Neto valoriza estratégia da Seleção de Futsal Sub-18 para vencer o Paraguai e garantir a vaga na final dos Jogos Sul-Americanos da Juventude

Neto valoriza estratégia da Seleção de Futsal Sub-18 para vencer o Paraguai e garantir a vaga na final dos Jogos Sul-Americanos da Juventude

Brasil superou jogo duro da primeira etapa e terminou goleando os adversários por 6 a 1, em Rosário, pela semifinal da competição

Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Venezuela. Vanildo Neto Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Venezuela. Vanildo Neto
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Seleção de Futsal Sub-18 se garantiu na final dos Jogos Sul-Americanos da Juventude ao golear o Paraguai por 6 a 1, neste sábado (7), no Club Provincial, Estádio Salvador Bonilla, em Rosário, na Argentina. Apesar do placar elástico no fim, o jogo começou equilibrado e o técnico Vanildo Neto destacou a estratégia canarinho para superar os adversários.

O primeiro tempo do confronto terminou com uma vantagem de um gol do Brasil sobre os paraguaios em um duelo de chances para ambas as equipes. Neto analisou o desempenho do time e revelou como os jogadores transformaram o placar em goleada.

“Muito feliz pelo resultado, rendimento dos atletas e estar nessa final especial. O Paraguai teve uma proposta de tirar a bola na primeira linha de ataque. Eles estavam transferindo a bola para depois marcar sob pressão. Os meninos tiveram essa percepção e sofreram com isso no primeiro tempo. A intensidade do jogo foi alta”, disse antes de completar.

“Tentamos fazer as trocas em tempo mais curto para eles aguentarem esse ritmo de atacar e defender. Conseguiram manter, não saíram da disputa. Tiveram oscilações, mas mantiveram. No segundo tempo tivemos uma constância, os paraguaios cansaram e conseguimos deixar o placar mais elástico. A equipe adversária é muito forte. Toda a comissão está de parabéns”, declarou.

Semifinal dos Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Paraguai. Renan, Cainho, Thierry Henri e Koji Semifinal dos Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Paraguai. Renan, Cainho, Thierry Henri e Koji
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Com a classificação para a final, o foco agora se volta para a disputa do ouro. Na finalíssima, a Seleção encontrará um antigo rival: a Argentina. O comandante do Brasil fez seu prognóstico do que pode vir pela frente nesse enfrentamento histórico na decisão.

“Agora vamos pensar na Argentina. Hoje, acho que foi um ensaio para a final. Acredito que será um jogo de defesa zona forte, pressão no portador da bola, uma torcida muito forte. Vamos trabalhar o mental deles para chegarmos amanhã e fazermos história”, concluiu.

O Brasil duela com a Argentina neste domingo (8), às 11h (de Brasília), pelo ouro. O confronto acontece novamente no Club Provincial, Estádio Salvador Bonilla, em Rosário.

Semifinal dos Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Paraguai. Alex, Leonardo, Vitinho e Gustavinho Semifinal dos Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil x Paraguai. Alex, Leonardo, Vitinho e Gustavinho
Créditos: Thais Magalhães/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira