‘Melhor sensação’, diz Nunes após balançar as redes pela Seleção de Futsal no Torneio da França

‘Melhor sensação’, diz Nunes após balançar as redes pela Seleção de Futsal no Torneio da França

Camisa 3 também avaliou o desempenho brasileiro na sonora goleada por 8 a 0 sobre a Eslovênia

Seleção Brasileira de Futsal estreou com goleada sobre a Eslovênia no Torneio da França. Diego Nunes Seleção Brasileira de Futsal estreou com goleada sobre a Eslovênia no Torneio da França. Diego Nunes
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Seleção de Futsal teve atuação espetacular e goleou a Eslovênia por 8 a 0 na primeira partida do time do técnico Marquinhos Xavier no Torneio Internacional da França, nesta terça-feira (5), em Toulon (FRA). Apesar do placar elástico, a etapa inicial foi equilibrada e o gol de Diego Nunes tornou-se fundamental para abrir o caminho do triunfo.

O ala fez sua análise da partida, chamando a atenção para a capacidade física da Eslovênia.

“O primeiro tempo foi bastante apertado. O time deles é bastante aguerrido, caras muito fortes. Levaram o jogo para o contato e defenderam tudo bem. Já na etapa final o time deslanchou, encaixou e conseguiu o resultado”, destacou o jogador.

Nunes também agradeceu o apoio da sua família durante toda a carreira. Além disso, falou sobre o sentimento de entrar em quadra para defender a camisa da Seleção Brasileira.

Seleção Brasileira de Futsal estreou com goleada sobre a Eslovênia no Torneio da França. Diego Nunes Seleção Brasileira de Futsal estreou com goleada sobre a Eslovênia no Torneio da França. Diego Nunes
Créditos: Thais Magalhães/CBF

“Uma honra estar aqui com grandes jogadores, algo que não imaginei. Estou muito feliz. Essa oportunidade não é só minha, mas também dos meus familiares. Meus pais... minha esposa que abriu mão da vida dela para estar aqui comigo. É a melhor sensação do mundo estar com essas pessoas. Fui muito bem recebido”, revelou, antes de completar sobre o belo gol assinalado que inaugurou o marcador e encaminhou a vitória canarinho:

“A primeira coisa que imaginei quando o goleiro subiu e deixou o gol vazio. Quando eu ainda estava de costas a intenção era girar e finalizar. O chute saiu consagrado, Deus estava me ajudando, e foi importante para dar o primeiro passo no resultado. Enquanto a bola estava no alto, fiquei ‘rezando’ para ela entrar, pois estava desejando que esse primeiro gol pela Seleção saísse”, concluiu.

Após a vitória sobre a Eslovênia, o Brasil agora se prepara para o confronto contra a França, nesta quarta-feira (6), também em Toulon.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira