Marquinhos Xavier avalia empate da Seleção de Futsal com o Marrocos

Marquinhos Xavier avalia empate da Seleção de Futsal com o Marrocos

Treinador destacou superioridade brasileira no confronto e revelou o que espera para o segundo jogo diante da forte equipe africana.

Treino da Seleção Brasileira de Futsal em Brusque Treino da Seleção Brasileira de Futsal em Brusque
Créditos: Beno Küster/CBF

O Brasil realizou o primeiro amistoso da Data-FIFA de outubro na noite desta sexta-feira (7) em Brusque (SC). Diante do Marrocos, a equipe masculina principal de futsal do país empatou em 0 a 0 com o Marrocos. Foi o quarto jogo da Seleção diante do país africano, que vem forte na modalidade há bastante tempo, em pouco mais de um ano. O técnico da Canarinho, Marquinhos Xavier, fez uma análise da partida ao fim do confronto. 

“Minha análise é muito positiva. As dificuldades acabem revelando algumas situações que precisamos seguir atentos. Quando você demora muito a fazer o teu primeiro gol, você acaba validando algumas estratégias do adversário. E aí o cronômetro vai contra a tua equipe. A ansiedade acaba batendo e você não tem o mesmo capricho pra definir. E o jogo se torna dramático no final, mas a gente já esperava dificuldades da equipe do Marrocos em função do ritmo de jogo deles, da proposta de jogo, que é manter a bola e dificultar a defesa do adversário. Acho que pelo volume de situações que nós criamos, eles tiveram, logicamente suas oportunidades, até porque a gente vai se expondo cada vez mais no jogo e isso representa oportunidades ao adversário, mas nós controlamos bem o jogo. O Marrocos teve um bom momento no jogo, no segundo tempo, mas fora isso, na minha opinião, o Brasil teve um volume de jogo maior e, se tivesse vencido, mesmo que por um placar mínimo, não teria sido injusto”, destacou. 

A Seleção Brasileira enfrentou o Marrocos nas Quartas de final da Copa do Mundo da Lituânia, no ano passado, e venceu por 1 a 0. No mês seguinte ao Mundial, realizou dois amistosos na casa dos adversários e saiu com uma derrota e uma vitória. Após o empate deste sábado, o Brasil espera voltar a vencer a forte equipe africana no domingo (9). Marquinhos Xavier acredita que o confronto pode marcar a questão física mais favorável ao Brasil. 

“Acredito que eles terão um pouco mais de dificuldade em relação a questão física. Eles rodaram muito pouco o plantel, foi visível o final muito desgastante,. Nós rodamos praticamente todo o time no primeiro tempo, no segundo tempo mais pontual, e acho que chegaremos mais inteiros fisicamente. O tempo é muito curto de recuperação, é um dia para jogar de novo, um jogo à tarde, muda todo o contexto, e a gente vai tentar manter o mesmo nível de intensidade do jogo. A gente acaba tendo mais informações do adversário também e já identificamos algumas coisas que serão importantes para a gente corrigir ou melhorar para fazer um próximo jogo, quem sabe, com um resultado positivo para o Brasil”, acrescentou. 

O segundo confronto entre Brasil e Marrocos será neste domingo (9), às 14h (de Brasília) e terá transmissão ao vivo para todo o país da Band. A delegação embarca em Brusque rumo a Tubarão na manhã deste sábado (8). O grupo faz um trabalho de recuperação com os departamentos de preparação física e fisiologia e, no dia seguinte, encerra este ciclo de Data-FIFA. 


Veja mais

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics