Capitão da Seleção de Futsal na Data FIFA de abril, Marcênio exalta sensação: ‘Especial’

Capitão da Seleção de Futsal na Data FIFA de abril, Marcênio exalta sensação: ‘Especial’

Ala foi um dos destaques dos amistosos do Brasil em território francês; na partida contra Comores saiu com três assistências

Seleção de Futsal encara Comores no último compromisso na Europa nesta Data FIFA. Marcênio Seleção de Futsal encara Comores no último compromisso na Europa nesta Data FIFA. Marcênio
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Seleção de Futsal triunfou por 5 a 1 sobre Comores, neste domingo (10), e encerrou a série de três amistosos na França de forma invicta. O ala Marcênio, um dos destaques do período, falou um pouco sobre a partida contra os africanos.

“Fizemos um grande jogo hoje. Acho que na primeira parte estávamos abaixo do nosso nível. Mas, vendo por fora, nosso segundo tempo foi maravilhoso. Tivemos grandes momentos. O resultado não condiz com o jogo. Várias oportunidades foram criadas e o placar poderia ter sido maior”, analisou.

O ala ainda revelou o sentimento de defender a camisa da Seleção e ainda ter a função de capitão sendo atribuída a si pelo treinador da equipe.

“Eu estando na Seleção Brasileira é a realização de um sonho de criança, de família, das pessoas que trabalharam para eu estar aqui. Ainda mais utilizando o número que gosto e a faixa de capitão, fica muito especial”, destacou.

Futsal - Brasil x França - Torneio Internacional da França. Marcênio Futsal - Brasil x França - Torneio Internacional da França. Marcênio
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Marcênio foi um dos atletas – junto com Rafa e Léo Santana – que se apresentaram um dia antes do jogo contra a Eslovênia. Isso aconteceu pois eles disputaram a final da Copa da Espanha - decidida nos pênaltis. O ala comentou também sobre essa sequência enfatizando o empenho para defender o Brasil.

“Vale o esforço. Todos sabem que tivemos três jogos em sequência. Chegamos aqui e não tivemos muitas oportunidades de treinar. Três ou quatro atletas da equipe ainda não conhecia. Então, para a situação do treinador também é muito complicado. A gente chegar e ir para três jogos difíceis. Vale a superação e ir ao limite. Tudo vale a pena pela Seleção”, concluiu.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira