Titulares na estreia da Seleção Sub-17 fazem treino regenerativo neste domingo

Titulares na estreia da Seleção Sub-17 fazem treino regenerativo neste domingo

Jogadores que começaram a partida contra o Canadá fizeram um treino físico na tarde deste domingo

Titulares foram para academia após a vitória na estreia do Mundial Sub-17. Arthur Peixoto e Daniel Cabral Titulares foram para academia após a vitória na estreia do Mundial Sub-17. Arthur Peixoto e Daniel Cabral
Créditos: Matheus Meyohas/CBF

Um dia após a estreia com vitória no Mundial Sub-17, os jogadores que começaram a partida contra o Canadá foram à academia para fazer um trabalho regenerativo. O grupo foi acompanhado do zagueiro Renan, que dá sequência ao tratamento de uma lesão na coxa direita.


Sob o comando do preparador físico Arthur Peixoto e do fisioterapeuta Amil Lopes, os 12 atletas participaram de atividades para reforçar a musculatura e acelerar a recuperação. O próximo jogo da Seleção já é na terça-feira, contra a Nova Zelândia, no Bezerrão.

Exigido durante o triunfo sobre o Canadá, o goleiro Matheus Donelli pontuou a importância deste trabalho para o segundo jogo, que vem em um intervalo de três dias.

-  Foi um trabalho mais tranquilo hoje, regenerativo, para descansar e recuperar bem. Temos que estar bem preparados para o treino de amanhã para deixar tudo pronto para o jogo de terça-feira - disse.

Se antes da estreia o técnico Guilherme Dalla Déa já pedia "sorriso no rosto" dos jogadores, depois da vitória foi fácil de notar a alegria no grupo. Com um ambiente descontraído, a Seleção Sub-17 trabalhou duro neste domingo. Para Donelli, os primeiros três pontos no Mundial ajudam a tirar um pouco do peso do dia a dia.

- Tivemos uma grande estreia, a equipe teve um grande desempenho. Agora é descansar, para fazer um grande jogo na terça novamente e se Deus quiser conquistar a vitória - destacou.

A Seleção Brasileira enfrenta a Nova Zelândia na terça-feira, no Bezerrão, às 20 horas. Após a goleada por 4 a 1 sobre o Canadá, o Brasil lidera o Grupo A ao lado de Angola, que derrotou os neozelandeses por 2 a 1. A Amarelinha está na frente pelo desempate no saldo de gols.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira