Preparador físico aprova teste da Seleção Sub-17 em jogo-treino

Preparador físico aprova teste da Seleção Sub-17 em jogo-treino

Partida teve tempo reduzido e foi mais um passo na preparação do time para a Copa do Mundo Sub-17, no próximo dia 26

Arthur Peixoto, preparador da Seleção Brasileira Sub-17

Créditos: Joilson Marcone

O jogo-treino desta segunda-feira foi aprovado pelo preparador físico da Seleção Brasileira Sub-17. A partida era um importante passo do processo estipulado por Arthur Peixoto para a estreia na Copa do Mundo Sub-17. O duelo teve tempo reduzido (dois tempos de 30 minutos) e acabou empatado em 2 a 2 com o Nova Iguaçu Sub-19, na Granja Comary, em Teresópolis.

Para além do resultado, porém, estava o objetivo de dar ritmo de jogo ao grupo da Seleção. Com substituições ilimitadas, 18 dos 19 atletas disponíveis entraram em campo (apenas o goleiro Marcelo Pitaluga não atuou).

- A ideia era dar já um ritmo de jogo para eles depois dessa primeira semana de treinamento. Usamos esse período para regular a carga física deles. Alguns atletas chegaram mais carregados de seus clubes, outros com pouca rodagem. O objetivo era dar um estímulo para eles, com caráter de jogo, mas com volume reduzido. Tanto que trabalhamos com dois tempos de 30 minutos, com a ideia de rodar esses atletas, para que alguns jogassem 45 minutos - destacou Arthur.

O grupo da Seleção fica completo nesta terça-feira, com a chegada do meia Pedro Lucas, do Grêmio. E é justamente nessa segunda terça que o trabalho físico se intensificará ainda mais. De acordo com Arthur Peixoto, o planejamento inclui a progressão da carga antes de uma redução na semana que antecede a estreia na Copa.

- Sinto que estamos em um momento crescente, de evolução física de carga. Nessa próxima semana, vamos aumentar a carga, para que na última possamos reduzir e chegar bem para o jogo - revelou.

A Seleção Brasileira estreia na Copa do Mundo Sub-17 no dia 26 de outubro, contra o Canadá, no estádio Bezerrão, em Brasília. A Amarelinha ainda enfrenta Nova Zelândia e Angola pelo Grupo A do Mundial, que será disputado no Brasil.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira