Pedro Lucas comanda meio-campo do Brasil no triunfo sobre a Itália

Pedro Lucas comanda meio-campo do Brasil no triunfo sobre a Itália

Alçado a titular após a lesão de Talles Magno, meia ditou ritmo do ataque brasileiro e deu duas assistências

Brasil x Itália - quartas de final Copa do Mundo Sub-17 2019 Brasil x Itália - quartas de final Copa do Mundo Sub-17 2019
Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

Logo em sua primeira partida como titular no Mundial Sub-17, Pedro Lucas não decepcionou. Escolhido pelo técnico Guilherme Dalla Déa para entrar na vaga de Talles Magno, o meia comandou o ataque brasileiro e deu assistência para ambos os gols na vitória por 2 a 0 sobrea Itália.

Logo aos seis minutos, Pedro Lucas recebeu na intermediária. Com um passe de primeira, encontrou Patryck entrando em diagonal. O lateral foi esperto e aproveitou o passe açucarado para estufar a rede italiana: 1 a 0 Brasil.

A boa visão de jogo de Pedro Lucas voltaria a aparecer ainda no primeiro tempo. Foi assim que, depois de um bom contra ataque, o camisa 19 deixou Peglow cara a cara com o goleiro. O atacante não titubeou, bateu cruzado e definiu o triunfo da Seleção.

Depois de não ter sido convocado na primeira lista, Pedro Lucas foi chamado para substituir o meia Reinier. Mesmo assim, manteve seu trabalho duro para quando sua chance aparecesse.

- Sempre disse para a minha família que é tudo no tempo de Deus. Trabalho quieto para aproveitar as oportunidades como foi hoje. Estou muito feliz - disse.

Após a partida, Pedro Lucas estava especialmente feliz. O atleta sabe o quanto esperou por essa oportunidade e aproveitou da melhor forma possível.

O próximo desafio de Pedro Lucas e da Seleção Brasileira já tem data marcada: é nesta quinta-feira, às 20h, no Bezerrão, contra a França. O meia espera dificuldades, mas reforçou a confiança na Seleção Brasileira.

- A gente se emociona pois sabe de todo trabalho que está fazendo, do que fez lá na Granja. Sabíamos da dificuldade que seria a partida de hoje, mas fomos recompensados. Agora é seguir firmes para pegar a França na semifinal e buscar a vaga na decisão.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports