Há um ano, Brasil vencia a Copa do Mundo Sub-17

Há um ano, Brasil vencia a Copa do Mundo Sub-17

Com vitória sobre o México na grande final, Seleção Brasileira garantiu o tetracampeonato do torneio. Título comemora seu primeiro aniversário nesta terça-feira (17).

Brasil vence o México e é campeão Mundial Sub-17 Brasil vence o México e é campeão Mundial Sub-17
Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

Há um ano, a Seleção Brasileira comemorava o seu quarto título na Copa do Mundo FIFA Sub-17. Foi no dia 17 de novembro de 2019 que o Brasil derrotou o México por 2 a 1 no Estádio Bezerrão, no Gama (DF), e garantiu o tetracampeonato mundial da categoria.

A conquista encerrou um jejum de 16 anos sem títulos mundiais. O Brasil foi campeão mundial sub-17 em 1997, 1999, 2003 e, por fim, 2019, tornando-se o maior campeão mundial da categoria, ao lado da Nigéria. Na soma entre os títulos sub-17 e sub-20, a Seleção Brasileira é recordista de mundiais das categorias de base, com nove taças ao todo.

A caminhada para o título começou antes mesmo da bola rolar pelo Mundial Sub-17. Depois de, uma daquelas imprevisibilidades do futebol, não conseguir a vaga através do Sul-Americano Sub-17, o Brasil viu a oportunidade de sediar a competição após a desistência do Peru. Após esforço da entidade, a competição foi transferida para solo nacional, com a competição concentrada no Distrito Federal, em Goiânia e em Cariacica.

Após alguns cortes e desconvocações, o técnico Guilherme Dalla Déa finalizou sua lista de 21 atletas para o Mundial na semana anterior à competição. E com um bom presságio: no último teste antes da estreia, a Seleção Brasileira goleou os Estados Unidos por 4 a 1 na Granja Comary.

O placar, por sinal, se repetiu logo na estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Sub-17. No Bezerrão, o Brasil não tomou conhecimento do Canadá e abriu sua campanha na competição com uma convincente vitória por 4 a 1. Na rodada seguinte, foi a hora de derrotar a Nova Zelândia, desta vez por 3 a 0. Fechando bem sua participação no Grupo A, o Brasil garantiu a vaga como primeiro do grupo ao vencer Angola por 2 a 0 na terceira rodada.

Brasil x Angola - Copa do Mundo Sub-17 2019. Gabriel Veron Gabriel Veron marcou contra Angola, pela terceira rodada.
Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

O mata-mata começou com um duelo de tirar o fôlego do torcedor brasileiro. Contando com o apoio do Bezerrão lotado, o Brasil chegou a sair na frente, tomou a virada, mas buscou uma suada vitória por 3 a 2 sobre o Chile para avançar na competição. Mas a alegria pela classificação foi ofuscada por uma baixa no elenco brasileiro. O atacante Talles Magno sentiu lesão muscular e teve de deixar o grupo brasileiro em Brasília.

Na primeira partida, contra a Itália, Guilherme Dalla Déa decidiu usar Pedro Lucas como substituto de Talles no time titular. Com uma boa exibição do jovem do Grêmio, a Seleção Brasileira passou com autoridade para a semifinal, após derrotar a Itália por 2 a 0 nas quartas.

A disputa pela vaga na final seria contra uma das sensações da Copa do Mundo. O chaveamento colocou a França no caminho do Brasil. Os europeus derrotaram a Espanha por 6 a 1 nas quartas e chegaram cheios de moral para a partida. Logo no começo, mostraram porque eram um time tão badalado. Em menos de 15 minutos, a França abriu 2 a 0 e ameaçou o sonho do título brasileiro. No segundo tempo, porém, o Brasil buscou uma heroica virada, com gols de Kaio Jorge, Gabriel Veron e Lázaro.

Brasil x França - Semifinal Copa do Mundo Sub-17 2019 Lázaro comemora o gol da vitória por 3 a 2 sobre a França.
Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

Na grande final, o Brasil precisaria superar um forte adversário e uma pedra no sapato em competições de base. Tradicional, o México se classificou após eliminar os Países Baixos nos pênaltis. Assim como na semi, a Seleção Brasileira saiu atrás. Os mexicanos abriram o placar aos 21 minutos do segundo tempo, com González. Da marca da cal, Kaio Jorge deixou tudo igual aos 39.

E coube a Lázaro mais uma vez brilhar no momento decisivo. Aos 48 minutos, praticamente no último lance da partida, o meia-atacante recebeu cruzamento milimétrico dentro da área, bateu de primeiro e estufou a rede mexicana. Gol, título e festa brasileira no gramado do Bezerrão!

Além da conquista do título, o Brasil ainda levou algumas das premiações individuais da Copa do Mundo Sub-17. Terceiro maior artilheiro, com cinco gols, Kaio Jorge levou a Chuteira de Bronze. Eleito melhor goleiro da competição, Matheus Donelli ficou com a Luva de Ouro. E, para completar, o atacante Gabriel Veron foi eleito o craque da competição e foi premiado com a Bola de Ouro da Copa do Mundo.

A campanha


Primeira fase

Brasil 4 x 1 Canadá - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: João Peglow (2), Franklin (contra) e Veron

Brasil 3 x 0 Nova Zelândia - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Kaio Jorge, Talles Magno e Diego Rosa

Brasil 2 x 0 Angola - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Talles Magno e Veron

Oitavas de final

Brasil 3 x 2 Chile - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Kaio Jorge (2) e Diego Rosa

Quartas de final

Brasil 2 x 0 Itália - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Patryck e João Peglow

Semifinal

Brasil 3 x 2 França - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Kaio Jorge, Veron e Lázaro

Final

Brasil 2 x 1 México - Bezerrão, Gama (DF)
Gols: Kaio Jorge e Lázaro

Os campeões


Goleiros

Cristian
Marcelo Pitaluga
Matheus Donelli

Laterais

Gustavo Garcia
Patryck
Yan Couto

Zagueiros

Gabriel Noga
Henri
Luan Patrick
Renan

Meio-campistas

Daniel Cabral
Diego Rosa
João Peglow
Matheus Araújo
Pedro Lucas
Sandry
Talles Costa

Atacantes

Gabriel Verón
Kaio Jorge
Lázaro
Talles Magno

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS