Guilherme Dalla Déa elogia eficiência do Brasil em duelo contra Angola

Guilherme Dalla Déa elogia eficiência do Brasil em duelo contra Angola

Técnico brasileiro explicou que a Seleção Sub-17 encontrou dificuldades no jogo, mas mostrou força na adversidade e conseguiu ser efetiva para buscar os gols

Brasil x Angola - Copa do Mundo Sub-17 2019. Guilherme Dalla Déa Brasil x Angola - Copa do Mundo Sub-17 2019. Guilherme Dalla Déa
Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

Não foi fácil. Apesar da pouca tradição dos angolanos na Copa do Mundo, o Brasil teve um duelo difícil na noite desta sexta-feira, no Estádio Olímpico, em Goiânia. A Angola mostrou porque conquistou duas vitórias e a classificação para as oitavas de final. Segundo o técnico Guilherme Dalla Déa, a vitória do Brasil por 2 a 0 mostrou a força da equipe, que foi forte mentalmente, teve paciência para ser efetiva em busca nos três pontos e o primeiro lugar no grupo.

- Parabenizar, mais uma vez, toda a equipe. Nós sabíamos que seria muito difícil. A Angola tem um propósito mais de transição com jogadores muito rápidos. Então, teríamos que melhorar na construção dos espaços. Foi um jogo equilibrado, mas tivemos 60% de posse de bola, o dobro de finalizações. Mostramos nossa força e fomos eficientes para conquistar o resultado. Equipes campeãs nem sempre vão conseguir fazer grandes exibições. 

Dalla Déa reforçou que o grupo conseguiu superar as dificuldades que o adversário impôs, manteve um jogo seguro mesmo após as substituições. O treinador acredita que a competição agora irá exigir ainda mais do time. 

- Eles são jovens.  Sempre vamos cobrar algo a mais deles. Mas o que não posso deixar de exigir é a competitividade. Agora são pequenos ajustes a serem feitos. A partir de agora a Copa do Mundo muda completamente e esperamos fazer grandes partidas.

A Seleção Brasileira Sub-17 aguarda agora o seu adversário das oitavas de final, que será o melhor terceiro lugar entre os grupos C, D e E da competição. O jogo será na próxima quarta-feira, dia 6, às 20h, no Estádio Bezerrão. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira