Barril dobrado, Diego Rosa faz golaço e classifica Brasil Sub-17

Barril dobrado, Diego Rosa faz golaço e classifica Brasil Sub-17

Entre a alegria e o choro, baiano faz seu segundo gol na Copa do Mundo e garante a Seleção nas quartas de final

Brasil x Chile - oitavas de final Copa do Mundo Sub-17 2019. Diego Rosa

Créditos: Alexandre Loureiro/CBF

Quando pegou o rebote na intermediária de ataque, Diego Rosa não pensou duas vezes. Com a perna direita, soltou uma bomba para estufar a rede do Chile e garantir a vitória do Brasil: 3 a 2 e classificação para as quartas de final do Mundial Sub-17.

A jogada não é rara para o meio-campista. Nos treinamentos, o técnico Guilherme Dalla Déa insiste para que ele arrisque de fora da área. No jogo preparatório para o Mundial, contra os Estados Unidos, ele acertou um chute parecido. E foi justamente assim que marcou o seu segundo gol na Copa do Mundo.

- Quero agradecer muito a Deus, fui honrado por fazer esse gol. Agradecer também aos meus pais e ao (Guilherme, técnico) Dalla Déa, que sempre manda eu chutar de fora da área, diz que tenho boa finalização. Venho trabalhando muito e hoje fui honrado por acertar esse belo chute - disse o meia.

Na Bahia, de onde vem Diego Rosa, a expressão barril dobrado é comumente usada para algo perigoso ou muito legal. É uma definição que ele abraçou para si mesmo na Seleção. Dentro do elenco, é chamado de "barril". E dentro de campo, justifica a alcunha.

Apesar do gol e da grande atuação, Diego deixou o gramado do Bezerrão sob lágrimas. Não foi à toa. Depois de perder a primeira partida da Seleção por suspensão, o meia não poderá jogar as quartas de final. Durante o duelo com o Chile, tomou seu segundo cartão amarelo no Mundial.

- Chorei porque no próximo jogo não vou poder ajudar minha equipe. Mas estou muito confiante que vamos ganhar e passar para a semifinal. Quem vier, o Brasil está preparado - frisou.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira