Vitória e Vasco decidem a Libertadores 2018

Vitória e Vasco decidem a Libertadores 2018

Decisão será neste domingo, às 11h, na arena do Parque Olímpico da Barra

Vitória e Vasco decidem a Libertadores 2018 Vitória e Vasco decidem a Libertadores 2018
Créditos: Joao Vital/CBSB

A decisão da Conmebol Libertadores Fútbol Playa 2018 será entre o bicampeão Vasco e o surpreendente Vitória-BA. Ambos se enfrentam às 11h deste domingo, 2/12, na arena do Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. A entrada e o estacionamento para o público são gratuitos. Às 9h45 será disputado o terceiro lugar por Sampaio Corrêa-MA e Acassuso-ARG.

A definição do primeiro finalista saiu da partida mais disputada do campeonato até o momento. O forte Sampaio Corrêa, favorito por ter o elenco quase todo composto por atletas da Seleção Brasileira, enfrentou a aguerrida e experiente equipe do Vitória, que soube parar as principais armas do adversário. Assim como em um jogo de xadrez, cada um avançava no placar, que acabou em igualdade de 6 gols no tempo normal. No tempo extra, ninguém marcou e a partida foi para os pênaltis. Nas cobranças decisivas, o goleiro Bobô pegou o chute de Serginho e colocou o Rubro-Negro na final. Os gols foram de André Bigode (2), Caique, Reyder, Anderson e Sidney para o Vitória, e Eudin (2), Felipe (2), Rodrigo e Zé Lucas para o Sampaio Corrêa.

“Foi emocionante demais poder defender o pênalti e levar o Vitória à uma final tão importante como essa da Libertadores. É um sonho para todos nós desse grupo maravilhoso. Agora vamos descansar para estar inteiros na decisão. Esse grupo merece esse título”, disse Bobô.

No outro jogo, o Vasco, campeão das duas únicas edições da Libertadores de Futebol de Areia já realizadas, tinha pela frente os argentinos do Acassuso. E quando parecia que levaria com tranquilidade a vitória após fazer 3 a 1 no jogo, os hermanos engrossaram, igualaram o placar em 4 a 4, mas não aguentaram a qualidade técnica do Vasco, que também tem diversos atletas da seleção. E três deles resolveram o jogo nos últimos segundos. Rafinha fez grande jogada pela direita, cruzou para Bokinha, que deu a bola de bandeja para Mauricinho, eleito o melhor jogador do mundo ano passado, fazer de cabeça o quinto gol vascaíno, que o deixou em mais uma final. Além desse gol, o camisa 11 marcou mais dois e o jovem Jordan fez também dois.

“A gente sabe que em jogo decisivo não podemos dar mole. Erramos coisas que não costumamos errar e vamos consertar isso para a final. Agradeço aos torcedores presentes nesta semifinal e espero o dobro de pessoas na arena do Parque Olímpico neste domingo para torcer pelo Vasco. Vamos buscar o tricampeonato a qualquer custo”, afirmou Mauricinho.


Veja mais

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports