Brasil vence a Espanha e fatura o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Estádio de Yokohama, Japão Sábado, 07 de Agosto de 2021 08:30
Brasil

Brasil

ESP

ESP

Bicampeão!

Brasil vence a Espanha e fatura o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

No Estádio Yokohama, Seleção Brasileira balançou as redes com Matheus Cunha e Malcom para subir no lugar mais alto do pódio

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020 Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O ouro é nosso! O ponto mais elevado do pódio é brasileiro! Em um jogo de tirar o fôlego no Estádio de Yokohama, neste sábado (7), a Seleção Olímpica Masculina superou a Espanha por 2 a 1, com gols de Matheus Cunha e Malcom, e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a segunda do Brasil na história. 

O jogo

Paciência foi o substantivo que melhor traduziu a Seleção Brasileira frente à Espanha na etapa inicial. Em um jogo extremamente estudado, a Canarinho conseguiu se soltar ao longo do tempo, criou as melhores chances e desceu para o intervalo em vantagem. A primeira boa chegada foi dos espanhóis. Aos 15, Oyarzabal recebeu bola alta na área brasileira e escorou de cabeça, na direção da meta de Santos. Só que Diego Carlos estava atento e tirou em cima da linha.

A partir de então a Seleção passou a pressionar a Espanha. Aos 24, Arana encontrou Richarlison pela esquerda. O camisa 10 bateu de canhota e acertou a rede pelo lado de fora. Até que, na marca dos 33, o goleiro Simón tentou cortar a bola aérea e acabou acertando Matheus Cunha. Após auxílio do VAR, o árbitro Chris Beath assinalou o pênalti. Mas Richarlison, que foi para a cobrança, chutou alto demais e mandou para fora.

Acontece que o Brasil mostrou porque é o atual detentor da medalha de ouro do futebol. Aos 46, Claudinho cruzou na área, Daniel Alves escorou para Matheus Cunha, que ganhou no meio de três e finalizou com categoria para colocar a Canarinho em vantagem.

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O time verde e amarelo voltou melhor para o segundo tempo. Marcando em cima, Antony recebeu passe de Bruno Guimarães, e saiu sozinho na área espanhola. Mas a arbitragem já havia assinalado o impedimento do atacante. Depois, aos seis, Claudinho ajeitou de cabeça, Matheus Cunha viu Richarlison livre e tocou para o camisa 10, que driblou e chutou, mas acertou o travessão. Só que, em uma jogada rápida, Oyazarbal recebeu na área e bateu de primeira para empatar a partida.

Perto dos minutos finais, a Espanha ainda levou perigo ao Brasil em duas jogadas de sorte. Aos 39, Soler cruzou fechado e acertou o travessão. Depois, aos 42, Bryan Gil arriscou de fora da área e também carimbou o travessão de Santos. A Seleção ainda tentou uma blitz final, mas o duelo foi para a prorrogação.
No tempo extra, o Brasil pressionou do início ao fim na etapa inicial. Na marca dos quatro, Claudinho serviu Malcom, que chutou e só não fez porque a bola desviou no meio do caminho e parou na rede pelo lado de fora.

Mas veio o segundo tempo, e com ele o gol do ouro. Aos dois, Antony ganhou e lançou Malcom, que invadiu a área, passou pela marcação e finalizou com precisão para colocar o Brasil de novo em vantagem. Depois, na sequência, quase veio o terceiro gol brasileiro quando Reinier foi até a ponta e ajeitou no meio para Bruno Guimarães, que chutou cruzado e tirou tinta da trave. A Espanha então foi para o tudo ou nada. Acontece que a defesa brasileira se mostrou sólida até o fim. O ouro é nosso!

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Malcom Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Malcom
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Brasil: Santos, Daniel Alves, Nino, Diego Carlos, Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães, Claudinho (Reinier) e Antony (Gabriel Menino); Matheus Cunha (Malcom) e Richarlison (Paulinho)

A CAMPANHA DOURADA

Brasil 4 x 2 Alemanha 

Brasil 0 x 0 Costa do Marfim

Brasil 3 x 1 Arábia Saudita

Brasil 1 x 0 Egito

Brasil 0 (4 x 1) 0 México

Brasil 2 x 1 Espanha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Malcom

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Malcom

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Daniel Alves

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Daniel Alves

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Nino

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Nino

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Bruno Guimarães e Claudinho

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Bruno Guimarães e Claudinho

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha e Antony

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha e Antony

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Richarlison

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Richarlison

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Douglas Luiz e Matheus Cunha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Douglas Luiz e Matheus Cunha

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Seleção Olímpica enfrentou a Espanha no Estádio de Yokohama, na final da Olimpíada de Tóquio 2020. Matheus Cunha

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Brenno Goleiro
Lucão Goleiro
Santos Goleiro
Abner Lateral
Dani Alves Lateral
Gabriel Menino Lateral
Guilherme Arana Lateral
Bruno Fuchs Zagueiro
Diego Carlos Zagueiro
Nino Zagueiro
Ricardo Graça Zagueiro
Bruno Guimarães Meia
Claudinho Meia
Douglas Luiz Meia
Matheus Henrique Meia
Reinier Meia
Antony Atacante
Gabriel Martinelli Atacante
Malcom Atacante
Matheus Cunha Atacante
Paulinho Atacante
Richarlison Atacante

PATROCINADORES

Seleção Brasileira nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil