Torneio da França: Brasil vence os donos da casa e fica com o título da competição

Torneio Internacional da França de Futsal 2022

Toulon, França Quarta, 06 de Abril de 2022 16:00
Brasil

Brasil

França

França

Faturado

Torneio da França: Brasil vence os donos da casa e fica com o título da competição

Brasil bateu os franceses por 3 a 2, em Toulon, fechou o triangular com 100% de aproveitamento e garantiu o troféu do torneio amistoso

 

A Seleção Masculina de Futsal encerrou sua participação no Torneio Internacional da França com 100% de aproveitamento e, de quebra, o título. Após vencer a Eslovênia, o Brasil bateu a França por 3 a 2, nesta quarta-feira (6), no Palais des Sports, em Toulon. Arthur (duas vezes) e Marlon balançaram as redes para a Seleção.

O jogo

O Brasil começou a partida com muita intensidade e logo abriu o placar nos primeiros segundos. Marcênio arriscou do centro da quadra, a bola explodiu em Rocha e sobrou limpa para Arthur, pelo lado direito, fuzilar o gol francês.

Atrás no marcador, os franceses tentaram pressionar e criaram duas chances perigosas em sequência na altura dos 18 minutos. A primeira com Mohammed, que finalizou à direita, e depois em cobrança de falta de N’gala que Arthur tirou sobre a linha.

A partir dos 16 minutos, o duelo ficou mais equilibrado. A Seleção com a posse de bola, atacando de pé em pé e a França nas transições rápidas. Rafa, aos 15, Arthur, aos 13, e Nunes, aos 10, pararam no goleiro Durot. Já Guitta interveio na reta final com três belas defesas em chutes de Touré, Bendali e Mouhoudine, respectivamente.

Futsal - Brasil x França - Torneio Internacional da França Futsal - Brasil x França - Torneio Internacional da França
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A segunda etapa iniciou de forma ainda mais movimentada. Faltando 19 minutos, Guitta serviu Nunes, que chutou de primeira e Durot defendeu com o pé. Já aos 17, após cobrança de escanteio de Lutin, Menendez ficou com a sobra e chutou para empatar.

Com o placar em igualdade, os franceses ensaiaram uma pressão e Guitta apareceu com grandes defesas em finalizações de Bendali, Ramirez e Belhaj - as três cara a cara. Até que faltando sete minutos, Guilhermão fez o pivô e ajeitou na medida para Arthur, que soltou um chute forte de canhota para estufar as redes francesas.

O confronto seguiu animado. Na altura dos três minutos, Rocha ganhou na força pela direita, rolou para trás e encontrou Marlon, que finalizou para o fundo das redes. Ainda houve tempo para a França descontar: Mouhoudine, como goleiro-linha, recebeu na entrada da área, chutou e deu números finais ao jogo.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics