Seleção Olímpica vence a Coreia do Sul em jogo preparatório disputado no Egito

Jogos preparatórios da Seleção Olímpica 2020

Estádio Al Salam Sábado, 14 de Novembro de 2020 10:00
Brasil

Brasil

Coreia do Sul

Coreia do Sul

Retorno positivo!

Seleção Olímpica vence a Coreia do Sul em jogo preparatório disputado no Egito

De olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio, equipe comandada por André Jardine bateu os sul-coreanos por 3 a 1, com gols de Matheus Cunha, Rodrygo e Reinier

Brasil x Coreia do Sul – Reinier, Caio Henrique e Maycon Seleção Olímpica venceu a Coreia do Sul por 3 a 1 no primeiro jogo preparatório disputado no Egito
Créditos: Ricardo Nogueira/CBF

Retorno com vitória! Foi assim que a Seleção Olímpica voltou aos gramados após a paralisação do futebol por conta da pandemia de Covid-19. Neste sábado (14), a equipe comandada por André Jardine venceu a Coreia do Sul por 3 a 1, em jogo preparatório disputado no Al Salam Stadium, no Cairo. Matheus Cunha, Rodrygo e Reinier marcaram os gols da Canarinho.

A equipe brasileira está no Egito para dois testes de olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021. O próximo compromisso será diante do Egito, na terça-feira (17), às 16h, no Estádio Internacional do Cairo.

O jogo

A partida começou com a Seleção Brasileira trocando passes e buscando o ataque. Mas a Coreia do Sul, aos seis minutos, acabou abrindo o placar após Oh Sehun pegar sobra de bola e acionar Lee Donggyeong, que chutou colocado para fazer 1 a 0. Depois, o Brasil dominou as ações ofensivas e criou boas chances de balançar as redes. Aos 14 minutos, Rodrygo levou perigo na pequena área, mas foi desarmado na hora da finalização. Em contra-ataque, aos 21, Rodrygo recebeu lançamento, chegou na entrada da área e chutou para fora. No lance seguinte, Matheus Cunha aproveitou falha sul-coreana e ficou cara a cara com o goleiro Song Bumkeun, que impediu o gol brasileiro. O jogo seguiu movimentado e, aos 23, Lyanco chegou para desarmar Kim Daewon, que caiu pedindo pênalti. Na cobrança, Oh Sehun bateu forte e viu a bola explodir no travessão antes de sair por cima do gol defendido por Phelipe Megiolaro.

 

A Canarinho seguiu ofensiva e quase empatou na marca dos 26, quando Matheus Cunha recebeu na entrada da área e finalizou com perigo muito perto da trave. No minuto seguinte, após tabela de Matheus Cunha e David Neres, o camisa 9 quase completou para dentro da rede. Depois, David Neres, Wendel, Reinier também tiveram chances de marcar. A pressão brasileira seguiu intensa até que, aos 41, David Neres cruzou da direita para Rodrygo, que foi parado em boa defesa de Song Bumkeun. Mas, no rebote, Matheus Cunha não deixou a oportunidade passar: 1 a 1.

Brasil x Coreia do Sul – Matheus Cunha Aos 41 minutos do primeiro tempo, Matheus Cunha empatou a partida para a Canarinho
Créditos: Ricardo Nogueira/CBF

Na volta do intervalo, o Brasil manteve a pressão. Aos 11 minutos, após bom contra-ataque, David Neres e Rodrygo tabelaram pela direita, e o camisa 11 ficou de frente para o goleiro, mas chutou para fora. Logo depois, aos 15, Reinier acertou a trave e, na sobra, David Neres fez boa jogada pela esquerda junto com Emerson, que devolveu para o atacante chutar colocado e obrigar Song Bumkeun espalmar para o lado. Rodrygo apareceu para pegar o rebote e virar o placar para a Canarinho.

Na marca dos 27, a equipe de André Jardine ampliou a vantagem após boa jogada construída pela direita. Emerson avançou e acionou Matheus Cunha na entrada da área. O atacante fez boa tabela com Reinier, que recebeu de volta e finalizou na saída do goleiro adversário para fazer 3 a 1.

Brasil: Phelipe Megiolaro, Emerson (Dodô), Lyanco, Gabriel Magalhães e Caio Henrique; Maycon (Evanilson), Wendel (Tetê) e Reinier (Gustavo Assunção); Rodrygo (Mauro Junior), David Neres (Marco Antônio) e Matheus Cunha (Danilo Pereira). 

Phelipe
Daniel Fuzato
Gabriel Brazão
Lyanco
Gabriel Magalhães
Murilo
Dodô
Emerson
Caio Henrique
Wendel
Maycon
Reinier
Mauro Junior
Marco Antônio
Gustavo Assunção
Tetê
Matheus Cunha
David Neres
Rodrygo
Evanilson
Danilo Pereira
Técnico André Jardine

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports