Na estreia do Sul-Americano Sub-17, Brasil empata com Equador por 2 a 2

Campeonato Sul-Americano Sub-17 2023

Christian Benítez | Guayaquil, Equador Quinta, 30 de Março de 2023 21:00
Brasil

Brasil

Equador

Equador

Começo da trajetória

Na estreia do Sul-Americano Sub-17, Brasil empata com Equador por 2 a 2

Brasil cria muitas oportunidades, abre dois gols de vantagem, mas cede empate nos acréscimos

Com dois gols de Kauã Elias, Brasil estreou com empate por 2 a 2 contra o Equador no Sul-Americano Sub-17 Com dois gols de Kauã Elias, Brasil estreou com empate por 2 a 2 contra o Equador no Sul-Americano Sub-17
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Seleção Brasileira Sub-17 estreou com empate por 2 a 2 no Sul-Americano contra o Equador nesta quinta-feira (30). Com dois gols de Kauã Elias, o Brasil teve grande atuação no primeiro tempo, mas sofreu dois gols no fim da partida. A igualdade no placar deixou a equipe comandada por Phelipe Leal com um ponto, empatada com Colômbia e Uruguai.

O Brasil volta a campo no sábado (1), às 18h30 (horário de Brasília), contra o Chile, no estádio Christian Benítez, em Guayaquil. O jogo é válido pela segunda rodada do Sul-Americano Sub-17.

Dudu foi fundamental para o Brasil na estreia com empate do Brasil no Sul-Americano Sub-17 nesta quinta-feira (30) Dudu foi fundamental para o Brasil na estreia com empate do Brasil no Sul-Americano Sub-17 nesta quinta-feira (30)
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

O jogo

A Seleção Sub-17 imprimiu um estilo de jogo forte e teve uma jogada promissora com Dudu logo aos dois minutos. O meio-campista enfiou a bola dentro da área para Matheus Reis, mas o atacante não conseguiu concluir a gol. Dudu não diminuiu o ritmo e, aos oito minutos, deu passe em velocidade para Kauã Elias, que tirou o goleiro da jogada e chutou na rede pelo lado de fora.

Aos 17, Luiz Gustavo lançou Kauã Elias, que entrou livre na área. O atacante chutou com força no canto direito do goleiro, que tirou com os pés como se fosse um goleiro de futsal. O ataque continuou criando oportunidades e, aos 21, foi a vez de Matheus Reis levar perigo em chute de fora da área. A bola passou perto da trave equatoriana. 

Um minuto depois, o Brasil pressionou a saída de bola do Equador, e a bola sobrou para Kauã Elias, que chutou forte no canto, sem chances para o goleiro. 1 a 0 para o Brasil.

Luiz Gustavo ajudou a conduzir o meio de campo brasileiro no empate do Brasil na estreia do Sul-Americano Sub-17 Luiz Gustavo ajudou a conduzir o meio de campo brasileiro no empate do Brasil na estreia do Sul-Americano Sub-17
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Após erro da defesa dos donos da casa, Rayan arrancou em velocidade dentro da área e quase ampliou o marcador para o Brasil.

O segundo gol brasileiro veio aos 36. Depois de recuperar a bola no ataque, o zagueiro Vitor Reis cruzou rasteiro para a entrada da área para Kauã Elias, que, com frieza, chutou para o fundo das redes. Segundo gol do Brasil e o segundo de Kauã na partida.

Aos 38, Kauã Elias recebeu de novo em velocidade e brigou para ficar com a bola, que sobrou para Dudu. O camisa 10 tentou encobrir o goleiro, mas a tentativa passou por cima da meta adversária. Rayan teve outra chance no fim do primeiro tempo, mas acabou não concluindo em gol perto da pequena área.

Phillipe Gabriel foi acionado apenas nos acréscimos do jogo e defendeu dois chutes perigosos do Equador. Final da primeira etapa e 2 a 0 para o Brasil.

Matheus Reis levou perigo no ataque no empate do Brasil por 2 a 2 diante do Equador Matheus Reis levou perigo no ataque no empate do Brasil por 2 a 2 diante do Equador
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Na volta do segundo tempo, os donos da casa pressionaram os jogadores brasileiros. E Dudu, em mais um lançamento preciso, permitiu que Matheus Reis chegasse na área com condições de fazer o terceiro para o Brasil. Mas o atacante chutou rasteiro para mais uma defesa com os pés do goleiro.

O Brasil chegou a ampliar o placar com Matheus Ferreira, mas o lance foi invalidado por impedimento. Já o Equador levou perigo com Kendry Páez, que tentou surpreender Phillipe Gabriel em cobrança de falta. O goleiro estava bem no lance e acompanhou a bola sair pela linha de fundo.

Com a intensidade da partida, Phelipe Leal promoveu mudanças na equipe para manter o ímpeto ofensivo do Brasil. Lorran, um dos escolhidos de Leal, arrancou na esquerda do campo e o chute parou em mais uma defesa do goleiro equatoriano.  

Kauã Elias marcou os gols do Brasil no empate contra o Equador pela estreia do Sul-Americano Sub-17. Kauã Elias marcou os gols do Brasil no empate contra o Equador pela estreia do Sul-Americano Sub-17.
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Perto do final da partida, o Equador cresceu no jogo e descontou com Reyes aos 43 minutos, em chute que contou com desvio, tirando a chance de defesa de Phillipe Gabriel. O Equador chegou ao empate em jogada rápida com De Jésus, que chutou forte no alto aos 46. Phillipe Gabriel impediu a virada dos equatorianos em defesa no canto aos 50 minutos do segundo tempo.

Lorran quase marcou o gol da vitória brasileira no último lance da partida em chute colocado, mas a bola foi para a linha de fundo. Final de partida e empate em 2 a 2 entre as seleções.

BRASIL: Phillipe Gabriel; Chermont, Vitor Reis, Da Mata (Dayvisson) e Dalla Corte; Matheus Ferreira (Lucas Camilo), Luiz Gustavo (Bernardo Valim) e Dudu; Matheus Reis (Riquelme), Rayan (Lorran) e Kauã Elias. Técnico - Phelipe Leal

Com dois gols de Kauã Elias, Brasil estreou com empate por 2 a 2 contra o Equador no Sul-Americano Sub-17 Com dois gols de Kauã Elias, Brasil estreou com empate por 2 a 2 contra o Equador no Sul-Americano Sub-17
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Caio Barone Goleiro
César Goleiro
Phillipe Gabriel Goleiro
Da Mata Zagueiro
Dalla Corte Zagueiro
Dayvisson Zagueiro
Isac Zagueiro
Vitor Reis Zagueiro
Chermont Lateral-Direito
Vitor Gabriel Lateral-Direito
Souza Lateral-Esquerdo
Bernardo Valim Meio-Campista
Dudu Meio-Campista
Lucas Camilo Meio-Campista
Luiz Gustavo Meio-Campista
Matheus Ferreira Meio-Campista
Rhuan Meio-Campista
Kauã Elias Atacante
Lorran Atacante
Matheus Reis Atacante
Rayan Atacante
Ricardo Atacante
Riquelme Atacante

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence