Brasil é campeão do Sul-Americano Sub-17

Campeonato Sul-Americano Sub-17 2023

Olímpico Atahualpa | Quito, Equador Domingo, 23 de Abril de 2023 18:30
Brasil

Brasil

Argentina

Argentina

No coração!

Brasil é campeão do Sul-Americano Sub-17

Com vitória de 3 a 2 sobre a Argentina, Seleção Brasileira Sub-17 conquista 13º título da competição

Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Seleção Brasileira venceu a Argentina por 3 a 2, neste domingo (23) e conquistou o Sul-Americano Sub-17. Maior campeão da competição, o Brasil chegou ao 13º título numa noite dramática em Quito.

Além da vitória, os jogadores foram obrigados a aguardar o jogo do Equador, que começou depois do triunfo brasileiro. Em partida emocionante, os donos da casa empataram com a Venezuela, por 1 a 1, e ficaram em segundo lugar.

A equipe comandada por Phelipe Leal terminou o torneio invicta, com o melhor ataque e os artilheiros da competição, Kauã Elias e Rayan.

O resultado sobre a Argentina, no estádio Olímpico Atahualpa, foi construído com dificuldade, diante de um adversário que impôs obstáculos ao Brasil, que sofreu o empate depois de abrir 2 a 0 no placar, com gols de Riquelme e Dudu. Logo após a igualdade dos argentinos, Dudu cobrou escanteio para Da Mata cabecear e pôr o Brasil em vantagem. 

A Canarinho se despede da competição com 13 pontos de 15 possíveis no hexagonal final. Além do Brasil, Argentina, Equador e Venezuela também estão classificados para o Mundial que será disputado em novembro.

Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

O jogo

Titulares ao longo do Sul-Americano, Matheus Ferreira e Kauã Elias ficaram de fora da partida por suspensão por cartão amarelo e desconforto muscular, respectivamente.

Aos 11 minutos de jogo, Riquelme abriu o placar para a Seleção. Em jogada individual, o atacante invadiu a área e passou pela defesa adversária. Cara a cara com o goleiro, ele conferiu o rebote de seu próprio chute e fez o 1 a 0 para o Brasil.

Levando vantagem no setor à esquerda do campo, Riquelme e Dudu tabelaram para marcar o segundo gol do Brasil. Em velocidade, o camisa 10 recebeu passe e chutou no canto, sem chance de defesa para o goleiro argentino, aos 29 minutos.

Riquelme foi o autor do primeiro gol do Brasil contra a Argentina Riquelme foi o autor do primeiro gol do Brasil contra a Argentina
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

A Argentina diminuiu aos 33 minutos com Giménez, após cobrança de escanteio.

O árbitro encerrou o primeiro tempo com vitória parcial do Brasil por 2 a 1.

Dudu encerrou sua grande participação no Sul-Americano com gol sobre a Argentina Dudu encerrou sua grande participação no Sul-Americano com gol sobre a Argentina
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Na volta do intervalo, Riquelme teve boa chance de ampliar o marcador para o Brasil, mas o chute saiu sem força. Aos seis minutos do segundo tempo, Phillipe Gabriel fez grande defesa para impedir o empate da Argentina, em chute de fora da área.

Porém, cinco minutos depois, Echeverri marcou no rebote para a Argentina e igualou o placar.

Aos 15 minutos da segunda etapa, Da Mata mostrou que merece a alcunha de zagueiro artilheiro, com três gols no Sul-Americano, e colocou o Brasil em vantagem no jogo, de cabeça. Em cobrança de escanteio, Dudu chegou à sexta assistência na competição.

Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Dudu aproveitou indecisão da defesa argentina e entrou livre na área, mas o chute do camisa 10 passou perto da trave, aos 33 minutos.

O argentino Villalba foi expulso por desferir um soco em Bernardo Valim, aos 50 minutos.

Phelipe Leal comandou campanha invicta da Seleção Brasileira Sub-17 no Sul-Americano Phelipe Leal comandou campanha invicta da Seleção Brasileira Sub-17 no Sul-Americano
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Na última jogada da partida, Rayan arrancou para dentro da área e acertou o travessão.

A preocupação, estampada no rosto da atacante com a chance perdida, se transformou em felicidade após o jogo entre Equador e Venezuela.

BRASIL: Phillipe Gabriel; Vitor Gabriel (Chermont), Vitor Reis, Da Mata e Souza (Dalla Corte); Lucas Camilo (Bernardo Valim), Luiz Gustavo e Dudu; Lorran (Ricardo), Riquelme (Matheus Reis) e Rayan. Técnico - Phelipe Leal

Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no estádio Olímpico Atahualpa na cidade de Quito, Equador, neste domingo 23/04. Brasil x Argentina pelo hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 no estádio Olímpico Atahualpa na cidade de Quito, Equador, neste domingo 23/04.
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Caio Barone Goleiro
César Goleiro
Phillipe Gabriel Goleiro
Da Mata Zagueiro
Dalla Corte Zagueiro
Dayvisson Zagueiro
Isac Zagueiro
Vitor Reis Zagueiro
Chermont Lateral-Direito
Vitor Gabriel Lateral-Direito
Souza Lateral-Esquerdo
Bernardo Valim Meio-Campista
Dudu Meio-Campista
Lucas Camilo Meio-Campista
Luiz Gustavo Meio-Campista
Matheus Ferreira Meio-Campista
Rhuan Meio-Campista
Kauã Elias Atacante
Lorran Atacante
Matheus Reis Atacante
Rayan Atacante
Ricardo Atacante
Riquelme Atacante

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence