Brasil vence Uruguai por 3 a 0 e segue para o Hexagonal Final em Quito

Campeonato Sul-Americano Sub-17 2023

George Capwell | Guayaquil, Equador Sexta, 07 de Abril de 2023 21:00
Brasil

Brasil

Uruguai

Uruguai

Primeiro lugar!

Brasil vence Uruguai por 3 a 0 e segue para o Hexagonal Final em Quito

Brasil evolui na segunda etapa e conquista vitória com gols de Rayan, Lorran e Matheus Reis

Matheus Reis definiu a vitória do Brasil contra o Uruguai por 3 a 0 Matheus Reis definiu a vitória do Brasil contra o Uruguai por 3 a 0
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Brasil venceu o Uruguai por 3 a 0 nesta sexta-feira (7) e agora disputa o hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 em Quito. Em mais um placar elástico, Rayan, Lorran e Matheus Reis fizeram os gols da Canarinho no último jogo da primeira fase da competição, no estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador.

Com três vitórias e um empate, a Seleção comandada por Phelipe Leal terminou na liderança do grupo A, com dez pontos, e começa a próxima fase em crescimento, com atuações cada vez mais consistentes no ataque e na defesa.

Agora a missão é hexagonal final em Quito, onde a Seleção Brasileira Sub-17 brigará pelo título do Sul-Americano e pela classificação para o Mundial da categoria, em novembro. Serão seis seleções disputando quatro vagas na Copa do Mundo Sub-17.

Ricardo ficou perto de abrir o placar no primeiro tempo para o Brasil Ricardo ficou perto de abrir o placar no primeiro tempo para o Brasil
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

O jogo

Brasil e Uruguai iniciaram a partida com situações diferentes no Sul-Americano. Com vaga garantida no hexagonal final, Phelipe Leal escalou o Brasil com mudanças no time titular para dar ritmo de jogo a todo o grupo de jogadores. Foi o caso de César, Dayvisson, Rhuan e Ricardo. Já o Uruguai, empatado com o Equador no terceiro lugar do grupo A, precisava de uma vitória para avançar na competição.

Até os 25 minutos, disputas de bola e nenhuma oportunidade de gol foram a tônica da partida. O Brasil buscava manter o controle da posse de bola, mas pecava em muitos erros de passe e lançamentos. 

A primeira chance de gol do Brasil surgiu aos 27. Ricardo recebeu passe pelo alto e conseguiu tirar o goleiro do lance. O chute tinha direção e força para abrir o placar, mas o defensor uruguaio cortou a bola em cima da linha. Logo depois, Rhuan arriscou chute de fora da área, defendido pelo goleiro Gomez.

Rayan marcou o primeiro gol do Brasil na vitória por 3 a 0 contra o Uruguai Rayan marcou o primeiro gol do Brasil na vitória por 3 a 0 contra o Uruguai
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

A oportunidade deu confiança ao Brasil na partida, que levou perigo mais uma vez com Ricardo. Após desvio de cabeça de Rayan, o atacante brigou com o zagueiro adversário e ficou em condições de definir a jogada. O chute foi em cima de Gomez em mais uma boa chance para a Canarinho.

Souza foi mais um a chegar perto de inaugurar o placar, aos 35. O lateral carregou a bola da intermediária e avançou para dentro da área uruguaia. Souza chutou forte para mais uma defesa importante do goleiro uruguaio.

À medida que o Brasil criava chances de gol, a defesa se manteve sólida no primeiro tempo e não concedeu nenhuma oportunidade clara aos uruguaios. A primeira intervenção de César no jogo aconteceu aos 42, com defesa tranquila em chute de fora da área.

Rayan marcou o primeiro gol do Brasil na vitória por 3 a 0 contra o Uruguai Rayan marcou o primeiro gol do Brasil na vitória por 3 a 0 contra o Uruguai
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Apesar de um começo equilibrado de partida, o primeiro tempo terminou com superioridade brasileira, que teve ataques promissores e mostrou tranquilidade na linha defensiva.

No início do segundo tempo, Rhuan recebeu bonito passe de Dayvisson na entrada da área e arriscou o chute, mas a tentativa do camisa 20 passou por cima do gol.

Aos 52, Gonzalez se desvencilhou da zaga do Brasil e chutou em cima de César, que concluiu a defesa sem sustos. Um minuto depois, o Uruguai teve mais uma oportunidade de gol. Porém, a conclusão da jogada foi idêntica à anterior: defesa tranquila do goleiro brasileiro.

Opção de Phelipe Leal pela entrada de Lorran contribuiu para a vitória do Brasil por 3 a 0 contra o Uruguai Opção de Phelipe Leal pela entrada de Lorran contribuiu para a vitória do Brasil por 3 a 0 contra o Uruguai
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Riquelme, responsável pelo gol da virada do Brasil no último jogo, chutou forte de fora da área, mas a bola passou longe da meta adversária. 

O primeiro gol do Brasil veio aos 65. Rayan recebeu a bola de Chermont e dominou a bola dentro da área. O chute com a perna direita não saiu forte, mas foi suficiente para superar o goleiro uruguaio e colocar o Brasil em vantagem.

Perto dos 15 minutos finais, Petit assustou o goleiro César com chute de fora da área.

O gol de Lorran contra o Uruguai foi seu primeiro com a Seleção Brasileira O gol de Lorran contra o Uruguai foi seu primeiro com a Seleção Brasileira
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Aos 83, Lorran definiu a vitória brasileira. O camisa 11 ganhou na corrida do defensor e driblou o goleiro. Restou ao atacante empurrar a bola para o fundo das redes e marcar o segundo gol do Brasil, o primeiro de Lorran com a Seleção. 

Na altura dos 90 minutos, Ricardo deu linda assistência para Matheus Reis, que, assim como Lorran, passou com facilidade pelo goleiro e só tocou para o fundo das redes para fazer seu primeiro gol pela Seleção. 

Matheus Reis definiu a vitória do Brasil contra o Uruguai por 3 a 0 Matheus Reis definiu a vitória do Brasil contra o Uruguai por 3 a 0
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Ainda deu tempo de César mostrar sua qualidade debaixo das traves no final do jogo, com bela defesa nos acréscimos do jogo.

Fim de jogo e 3 a 0 para o Brasil em mais uma boa atuação no segundo tempo.

BRASIL: César; Chermont, Dayvisson (Da Mata), Dalla Corte e Souza (Isac); Lucas Camilo, Luiz Gustavo (Dudu) e Rhuan (Lorran); Rayan (Matheus Reis), Riquelme e Ricardo. Técnico - Phelipe Leal

Seleção Sub-17 viaja para Quito para a disputa do hexagonal final do Sul-Americano Sub-17 Seleção Sub-17 viaja para Quito para a disputa do hexagonal final do Sul-Americano Sub-17
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Caio Barone Goleiro
César Goleiro
Phillipe Gabriel Goleiro
Da Mata Zagueiro
Dalla Corte Zagueiro
Dayvisson Zagueiro
Isac Zagueiro
Vitor Reis Zagueiro
Chermont Lateral-Direito
Vitor Gabriel Lateral-Direito
Souza Lateral-Esquerdo
Bernardo Valim Meio-Campista
Dudu Meio-Campista
Lucas Camilo Meio-Campista
Luiz Gustavo Meio-Campista
Matheus Ferreira Meio-Campista
Rhuan Meio-Campista
Kauã Elias Atacante
Lorran Atacante
Matheus Reis Atacante
Rayan Atacante
Ricardo Atacante
Riquelme Atacante

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence