Seleção Feminina vence a Nova Zelândia em último amistoso antes da Copa do Mundo Feminina Sub-20

Amistosos 2022

Estádio Edgardo Baltodano Briceño, Liberia (CRC) Sexta, 05 de Agosto de 2022
Brasil

Brasil

Nova Zelândia

Nova Zelândia

Teste aprovado!

Seleção Feminina vence a Nova Zelândia em último amistoso antes da Copa do Mundo Feminina Sub-20

Brasil venceu a Nova Zelândia por 4 a 0, com gols de Yaya, Dudinha Luany e Tarciane. Equipe foca as atenções na estreia diante da Espanha, no dia 10 de agosto, no Estádio Nacional de San José, na capital costarriquenha. 

05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia 05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Seleção Feminina fechou com chave de ouro o último amistoso antes da disputa da Copa do Mundo Feminina Sub-20 Costa Rica 2022. Nesta sexta-feira (05), no Estádio Edgardo Baltodano Briceño, em Libera (CRC), a Canarinho encarou a Nova Zelândia e venceu por 4 a 0, com gols de Yaya, Dudinha, Luany e Tarciane. 

Com o último amistoso finalizado, a equipe comandada pela técnico Jonas Urias foca as atenções na estreia diante da Espanha, no dia 10 de agosto, no Estádio Nacional de San José, na capital costarriquenha. 

O jogo 

A Seleção Feminina iniciou a primeira etapa com Barbieri; Ravena, Patrícia, Sassá, Bruninha; Yaya, Kaylane, Gi Fernandes, Dudinha; Luany e Mileninha. O Brasil dominou as ações da partida e abriu o placar com um gol relâmpago de Yaya. Aos 30 segundos, a meia chegou livre na área para marcar o primeiro da Canarinho. Não demorou para que Dudinha ampliasse, aos 15 min. Em contra-ataque, Bruninha encontrou a atacante livre na área e só teve o trabalho de chutar no canto da goleira.  

Dudinha seguiu criando chances e quase ampliou para o Brasil em duas oportunidades em dois cruzamentos na área. Mas foi dos pés de Luany que a Seleção Brasileira chegou ao terceiro gol. A lateral-direita Ravena cruzou na pequena área e Luany bateu no ângulo, sem chances para a goleira adversária.

No início da etapa final, o técnico Jonas Urias promoveu sete mudanças na equipe que começou jogando. O Brasil recomeçou com: Barbieri; Bruninha, Lauren, Tarciane, Ana Clara; Cris, Yaya, Rafa Levis; Aline, Priscila e Luany. O treinador também deu oportunidade para a goleira Amanda, que aos 20 min entrou no lugar de Barbieri.

05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia 05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Canarinho manteve a intensidade e propôs o jogo. Aos 6 min, Priscila chegou sozinha na meta adversária, mas a goleira fez grande defesa. Um minuto depois foi a vez de Cris arrisca de dentro da área e a bola ir para a linha de fundo. Ainda mantendo a pressão, em jogada de contra-ataque, Yaya chegou livre na área e a arqueira acabou cometendo pênalti. Na cobrança, Tarciane ampliou para o Brasil. 

Com a parcial vitória por 4 a 0, coube ao Brasil administrar a vantagem e finalizar o último teste antes do Mundial com mais uma vitória. Em 12 jogos diante de seleções, o técnico Jonas Urias soma 12 vitórias e nenhum gol sofrido.

Agora, a equipe foca as atenções na estreia diante da Espanha no dia 10 de agosto, no Estádio Nacional de San José. Na segunda rodada do Grupo A, a Canarinho encara a Austrália no dia 13, no Estádio Morera Soto, em Alajuela. No último compromisso, a Seleção jogará diante da Costa Rica, no dia 16, novamente no Estádio Nacional de San Jose. 

05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia 05/08 - Amistoso da Seleção Feminina Sub-20 na Costa Rica: Brasil x Nova Zelândia
Créditos: Thais Magalhães/CBF

 

Gabi Barbieri Goleira
Amanda Goleira
Yanne Goleira
Tarciane Zagueira
Lauren Zagueira
Patrícia Zagueira
Sassá Zagueira
Bruninha Lateral
Ana Clara Lateral
Ravena Lateral
Yaya Meia
Cris Meia
Kaylane Meia
Rafa Levis Meia
Analuyza Meia
Gi Fernandes Meia
Aline Atacante
Luany Atacante
Dudinha Atacante
Priscila Atacante
Mileninha Atacante

PATROCINADORES

Seleção Brasileira