Os artilheiros contra a muralha: Matheus Cunha e Richarlison comandam Brasil diante do Egito

Os artilheiros contra a muralha: Matheus Cunha e Richarlison comandam Brasil diante do Egito

Maiores goleadores da Olimpíada e da Seleção Olímpica enfrentam a melhor defesa da competição

Brasil x Arábia Saudita pela terceira rodada da Olimpíada de Tóquio. Richarlison, Matheus Cunha e Bruno Guimarães. Brasil x Arábia Saudita pela terceira rodada da Olimpíada de Tóquio. Richarlison, Matheus Cunha e Bruno Guimarães.
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Diante de uma muralha defensiva, o Brasil deposita suas fichas em uma artilharia pesada. Neste sábado (31), a Seleção Brasileira aposta em Matheus Cunha e Richarlison, seus principais goleadores, para vencer o bloqueio do Egito, a melhor defesa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Em um grupo complicado, com Austrália, Espanha e Argentina, os egípcios sofreram apenas um gol em três jogos. Esse número dá ao time o posto de melhor defesa da competição, ao lado de Japão, Coreia do Sul e da própria Espanha.

Com uma linha de cinco bem postada e o talento e experiência do goleiro El Shenawy, o Egito passou pela fase de grupos derrotando a Austrália por 2 a 0, empatando com a Espanha por 0 a 0 e perdendo para a Argentina por 1 a 0.

Mas para vencer este desafio, o técnico André Jardine aposta em dois de seus maiores artilheiros. Matheus Cunha é o maior goleador do ciclo olímpico da Seleção Brasileira. Desde o Torneio de Toulon, em 2019, o atacante já balançou as redes em 19 oportunidades pela equipe. A última delas foi justamente na vitória por 3 a 1 sobre a Arábia Saudita, pela terceira rodada dos Jogos Olímpicos.

Depois de fazer seu primeiro gol na competição, o atacante disse querer melhorar ainda mais para ajudar a Seleção na sequência do torneio.

"A gente quer o tempo inteiro estar melhorando. Fiz o meu primeiro gol hoje, mas tem outras oportunidades que a gente quer melhorar para que a gente faça cada mais. E que possa ajudar cada vez mais o grupo", afirmou.

Matheus Cunha precisou de três jogos para deixar seu nome no marcador na Olimpíada, mas tem contribuído também de outras formas para a Seleção. A parceria dele com Richarlison tem rendido muito bem para o ataque da Canarinho. Com a ajuda dele, o Pombo já marcou cinco vezes na competição e é o principal artilheiro dos Jogos Olímpicos.

Mesmo na frente do ranking, Richarlison fez questão de dividir os méritos com os companheiros de time, que têm gerado as oportunidades para que ele conclua em gol.

"Fico muito feliz de estar marcando gols. Tenho que agradecer meus companheiros, porque eles estão fazendo um excelente trabalho. Por isso que a bola está chegando redonda lá na frente. Estou aproveitando as oportunidades. Agradecer a toda a equipe, que vem trabalhando duro" , disse o atacante, que também comentou a postura defensiva que os adversário geralmente têm contra o Brasil.

"Estão vindo por uma bola, como nos últimos dois jogos. Vimos a dificuldade que é penetrar na defesa adversária, então é estar focado nesses últimos três jogos, porque é agora que vale tudo mesmo. É mata-mata e sabemos que se errarmos estamos fora".

Neste sábado (31), Brasil e Egito se enfrentam pela Olimpíada de Tóquio 2020. A bola rola às 7h (horário de Brasília) no Estádio de Saitama, no Japão. A partida terá transmissão ao vivo da Rede Globo, do Sportv e da BandSports.

Brasil x Arábia Saudita pela terceira rodada da Olimpíada de Tóquio. Matheus Cunha. Matheus Cunha marcou seu primeiro gol na Olimpíada na vitória por 3 a 1 sobre a Arábia Saudita
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil