Raízes da Seleção: Filipe Luís, o filho da imigração

Raízes da Seleção: Filipe Luís, o filho da imigração

Titular da lateral esquerda da Seleção, Filipe Luís tem uma história diferente da maioria dos jogadores

Filipe Luís no Raízes da Seleção Filipe Luís no Raízes da Seleção
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Filipe Luís vem de uma típica família de imigrantes do sul brasileiro. Suas duas avós são italianas; o avô paterno era polonês e o materno, alemão-austríaco. O sobrenome Kasmirski tem origem polaca. O sustento das duas famílias vinha do trabalho na terra, incentivado durante o forte movimento migratório pelo qual o Brasil passou na virada do século XIX para XX. Com uma infância tranquila e pacata, Filipe fez do campo sua zona de conforto.

Talvez isso ajude a explicar por que Filipe Luís tem um jeito diferente da maioria dos jogadores. Quando tem um tempo livre, por exemplo, não costuma ir às praias mais badaladas do mundo. Na dele, o lateral prefere reviver alguns dos seus melhores momentos de infância, quando passava dias com sua família na zona rural de Santa Catarina.

- Gosto muito desse ambiente da natureza e desde pequeno vi a minha avó tirando leite da vaca, andando no meio dos porcos, das galinhas, pescando. Isso me atrai muito, prefiro muito mais a zona rural do que, por exemplo, ir para praia. É onde me sinto em paz, feliz. Eu me sentia livre, não via carros, não via gente, só a pureza das pessoas. Por isso que até hoje eu continuo indo lá - destacou.

Com a bola nos pés, Filipe Luís mantém a mesma serenidade. Seu estilo de jogo é simples, técnico e eficiente. A marcação quase que impecável se une aos dribles curtos, típicos de quem começou a escrever sua história no futebol de salão. E não poderia ser em um lugar melhor. A cidade de Jaraguá do Sul, no interior de Santa Catarina, é um dos principais centros da modalidade no país. Foi lá que ele cresceu e, aos sete anos, começou a disputar campeonatos municipais de futsal.

VEJA TAMBÉM: Allan, um talento batizado no Piscinão de Ramos

Do futsal, migrou para o campo. Quando completou 14 anos, transferiu-se para as categorias de base do Figueirense, em Florianópolis. Morando fora de casa, no alojamento do clube, precisou enfrentar dificuldades que fazem parte da trajetória de tantos jogadores.

- Em casa, eu tinha tudo. No Figueirense, eu morava embaixo da arquibancada com muita gente que eu não conhecia. Foi a primeira vez que eu passei dificuldade na vida, mas me adaptei a essa realidade, passamos fome juntos. Nunca usei do meu pai e da minha mãe para pedir apoio nessa época. Lá, vivia a mesma situação que todos os outros. Ficava de gandula para ganhar dinheiro. O futebol sorriu para mim cedo, mas no começo foi muito complicado, saí do conforto do meu lar para passar dificuldade em um clube.

Revelado pelo Figueirense, Filipe Luís foi cedo para o futebol europeu, reencontrando a terra de origem de seus antepassados. Mas a ligação com o Brasil sempre bate mais forte. Essa conexão que Filipe tem com sua terra natal o motiva ainda mais na hora de defender a Seleção, especialmente diante do nosso povo.

LEIA MAIS: A vida e o desafio de Gabriel Jesus

O lateral fez parte do grupo que conquistou a Copa das Confederações, em 2013. No ano seguinte, acabou de fora da lista de convocados para a Copa do Mundo. Com uma nova oportunidade de jogar dentro de casa, Filipe sonha com um título que ainda não tem: o da Copa América. E sabe que será essencial ter a torcida ao seu lado para conquistá-lo.

- A pressão, no momento em que os bons jogos e os gols chegam, se converte em união, em comunhão com a torcida e alegrias. Jogar pela seleção é muito difícil, mas é a melhor coisa que pode acontecer na carreira de jogador. Jogar em casa é uma sensação única, que muitas seleções nunca puderam sentir. Então temos que aproveitar essa oportunidade o máximo possível - concluiu.

Retratos Filipe Luís História de Filipe Luís se confunde com a de tantos frutos da imigração Brasil afora
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports