Craque do jogo, Everton brilha em sua primeira final com a Seleção

Craque do jogo, Everton brilha em sua primeira final com a Seleção

Autor do primeiro gol do jogo, Cebolinha apareceu quando a Seleção mais precisava e tem na Copa América sua grande afirmação como jogador

Seleção capa

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Everton Cebolinha apareceu quando o Braisl mais precisava. Na vitória por 3 a 1 sobre o Peru, que deu o título para a Seleção Brasileira, o jovem atacante foi muito decisivo. Foi dele o gol que abriu o placar, ainda no primeiro tempo Insinuante, usou e abusou de dribles e jogadas de efeito pela ponta esquerda e foi um dos jogadores mais perigosos em campo durante todo o jogo.

Quando o Brasil ficou com um jogador a menos, após a expulsão de Gabriel Jesus, Everton voltou a brilhar. O atacante recebeu pela esquerda, tabelou com Arthur, entrou na área e foi derrubado. Pênalti, que Richarlison bateu com maestria. Ao fim da partida, foi eleito pela Conmebol como o craque do jogo.

- Só tenho a agradecer a Deus por esse momento,  toda minha família. Sem duvida eu não seria nada e nem ninguém sem eles. No último jogo, eu fiquei chateado com minha atuação. Botei na cabeça que tinha que dar meu melhor e me entregar. Independente do gol, tinha que dar o sangue. Fui feliz - destacou o atacante.

Com o gol que marcou na partida contra o Peru, Cebolinha foi o artilheiro da Copa América. Além dele, o peruano Paolo Guerrero também balançou as redes três vezes. Everton fez a Copa América de seus sonhos e ainda procura palavras para descrever esse momento.

- Fico muito feliz por ter feito três gols na competição, agradecer os meus companheiros pelas assistências e por permitir que tudo isso tenha acontecido - completou.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira