Capitão Émerson perde a Copa na véspera

Capitão Émerson perde a Copa na véspera

O grupo já estava fechado e o Brasil pronto para a estreia na Copa do Mundo de 2002. No entanto, um imprevisto na véspera da primeira partida mudou bastante a configuração da equipe. Émerson, capitão e homem de confiança do técnico Luis Felipe Scolari, sofreu uma contusão no ombro um dia do jogo contra a Turquia. Com um tempo de recuparação estimado em quatro semanas, o volante teve de ser cortado.

Já conformado em estar de fora do Mundial, o meia Ricardinho, que participou de alguns jogos nas eliminatórias para a competição, descansava com a família em Curitiba. Ele estava de férias do Cortinthians, seu clube na época. De repente tudo mudou. Após consultar a FIFA, a CBF foi autorizada a convocar um substituto para Émerson. Felipão escolheu Ricardinho.

Num domingo à noite, o meio-campista se mandou para a Coreia, onde só chegou na noite de segunda-feira. O Brasil já havia estreado na Copa do Mundo e com vitória por 2 a 1 em cima da Turquia. Mesmo convocado de última hora, Ricardinho não ficou só no banco. Ele entrou em três partidas - contra China, Costa Rica e Bélgica - no decorrer dos jogos.

Além da convocação de Ricardinho, a contusão de Émerson ainda alterou outras questões na Seleção. Cafú, por exemplo, herdou a braçadeira de capitão e ficou com a honra de levantar a taça de campeão no final da competição.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS