Muriel segue o irmão Alisson antes de voltar ao Belenenses

Muriel segue o irmão Alisson antes de voltar ao Belenenses

Muriel e a família Becker acompanham de perto o camisa 1 da Seleção em Sochi. Irmão mais velho comenta escolha de Alisson por ele em seleção da carreira

Muriel segue o irmão Alisson antes de voltar ao Belenenses Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O goleiro da Seleção Brasileira Alisson revelou os onze melhores jogadores com quem ele jogou na carreira. Com a camisa 1, o escalado foi Muriel, o irmão mais velho e companheiro de profissão. Ao receber a informação sobre a escolha do goleiro do Brasil na Copa do Mundo FIFA Rússia 2018, Muriel deu um largo sorriso, misto de orgulho e reconhecimento.

– É emocionante, né? Como irmão mais velho, a gente tenta dirigir, aconselhar, dar o exemplo. Na vida escolhemos a mesma profissão. Ou ela nos escolheu... nem sei dizer. É a realização de um sonho se tornar jogador de futebol e quanto mais dois na família, dois goleiros. Tivemos o privilégio de jogar no mesmo clube, o time pelo qual a gente torce desde criança. E agora o Alisson atingindo um nível muito alto. Está em um excelente momento. Vem crescendo cada dia mais. Acredito que vai alcançar um estágio ainda maior. É muito emocionante fazer parte disso, de conviver e estar aqui perto, vendo os treinamentos, os jogos. Na nossa profissão fica difícil acompanhar a vida um do outro, por causa do calendário e dos jogos. Esta oportunidade é indescritível.

Muriel e a família Becker estão presentes constantemente nos treinamentos da Seleção Brasileira em Sochi. O irmão de Alisson, que joga no Belenenses, de Portugal, está de férias e aproveitou o período para acompanhar a rotina do irmão mais novo. Muriel se reapresenta no clube na próxima quarta-feira (27), quando o Brasil faz o último jogo da Fase de Grupos da Copa contra a Sérvia.  

– Esse jogo vou ter que acompanhar lá de Portugal, mas a família toda continuará aqui: meus pais, filhos e esposa – conta o ex-goleiro do Internacional, que assistiu no estádio aos dois primeiros jogos do Brasil aqui na Rússia.  

Muriel disse que o irmão está entre os melhores goleiros do mundo. Sempre se destacou pela personalidade, desde as categorias de base, tanto no seu clube de formação, o Internacional-RS, quanto na Seleção Brasileira.

– O Alisson está em grande nível. É um dos melhores do mundo, se já não for o melhor. Os pontos fortes dele são a frieza e a personalidade. Sempre foi muito maduro. Quando ele estreou no Internacional-RS, ainda muito novo, já parecia um veterano. Na Seleção Principal também foi assim, aos 22 anos. Ele soube lidar muito bem com a responsabilidade de representar a camisa da Seleção, a maior do mundo. Desde criança, nas categorias de base, sempre com muito destaque. Dava para ver que ele chegaria nesse nível. Ele tinha muito potencial – analisa.

Com a experiência de quem também vive os bastidores do futebol, Muriel conta que “trocou ideia” com o irmão antes dos dois primeiros jogos do Brasil. A Seleção agora se prepara para encarar a Sérvia, confronto que vai definir quem se classifica para as Oitavas de Final. O irmão de Alisson acredita que o time está trabalhando muito bem e que vai evoluir ainda mais dentro da competição. Ele revela o que pediu ao goleiro do Brasil antes dos jogos contra Suíça e Costa Rica.

– Como goleiro, eu sei como a gente se sente nos jogos. Na Seleção, é um peso ainda maior. Eu sempre falo para o Alisson desfrutar desse momento, porque tudo passa muito rápido. É uma responsabilidade muito grande, mas ele tem que aproveitar. Poucos tem esse privilégio de disputar uma Copa do Mundo. O time está muito bem e vai crescer ainda mais. Ele tem que estar tranquilo. Desde criança ele trabalhou para isso e vai corresponder muito bem – acredita.

Assim como Alisson, Muriel também passou pelas categorias de base da Seleção Brasileira e foi campeão sul-americano em 2007, além de ter disputado o Mundial da categoria naquele ano.

– Não cheguei na Principal (Seleção). Foi uma realização para mim (jogar na base brasileira). Joguei com muitos que estão aqui. O Marcelo, Willian, Renato Augusto, Cássio... A gente sempre sonha com isso e foi incrível representar a seleção. É uma preparação para futuro e o Alisson está aí para provar.

Muriel volta para Portugal, mas a família continuará na Rússia seguindo os passos da Seleção.

– A distância nos impede de estar junto, mas estarei em oração como se tivesse jogando junto com ele – avisa Muriel.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira