Santos recebe o Delfín pela segunda rodada da Copa Libertadores

Santos recebe o Delfín pela segunda rodada da Copa Libertadores

Para permanecer na liderança do Grupo G, lateral-direito Pará pediu que o Alvinegro deixe a alma em campo nesta terça-feira (10), às 19h15, na Vila Belmiro

Pará quer ver equipe santista se entregando 100% em campo contra o adversário do Equador Pará quer ver equipe santista se entregando 100% em campo contra o adversário do Equador
Créditos: Ivan Storti/Santos FC

É com a alma na ponta da chuteira que o Santos entrará em campo na segunda rodada da Libertadores. Foram as palavras do lateral-direito Pará, que concedeu entrevista coletiva na véspera do duelo contra o Delfín-EQU, que acontece nesta terça-feira (10), às 19h15 (de Brasília), na Vila Belmiro.

– Na Libertadores, se você não entra com alma, você perde. Nada melhor do que estrear com o pé direito. Temos um jogo difícil pela frente, mas temos que entrar com a faca nos dentes para fazer um grande jogo – projetou o experiente Pará.

Líder do Grupo G, o Peixe estreou na Libertadores vencendo, de virada, o Defensa y Justicia na Argentina. Pará pediu para que o time mantenha a mesma pegada.

– Espirito guerreiro. Foi a nossa estreia, diante de um adversário que a gente não conhecia muito. A gente sabia que seria complicado, mas fizemos um grande jogo e saímos com a vitória – disse.

Santos venceu o Defensa y Justicia por 2 a 1 na primeira rodada da Libertadores Santos venceu o Defensa y Justicia por 2 a 1 na primeira rodada da Libertadores
Créditos: Divulgação/Santos

Mesmo jogando na Vila, o Santos não contará com o apoio de sua apaixonada torcida. Isso em função de uma punição sofrida após a eliminação santista na edição 2018 da competição, para o Independiente, quando uma confusão generalizada tomou conta das arquibancadas do Pacaembu. O clube acabou levando dois jogos de gancho com portões fechados. Cumpriu um na Sul-Americana 2019, no duelo contra o River-URU.

– É um pouco estranho, mas não é novidade para mim, porque quando eu estava no Flamengo, joguei um jogo sem torcida contra o River Plate. É diferente, porque gostamos de jogar para nosso torcedor, que sempre comparece me peso. Amanhã temos que entrar como se o estádio estivesse lotado, porque precisamos da vitória, que será muito importante – concluiu Pará.

Confira a tabela completa da Libertadores da América!