Retrospectiva 2018: Grêmio e Atlético-PR faturam taças internacionais

Retrospectiva 2018: Grêmio e Atlético-PR faturam taças internacionais

Campeão da Libertadores em 2017, o Tricolor gaúcho abriu a temporada com o bicampeonato da Recopa e o Furacão fechou o ano com o título inédito da Sul-Americana

Grêmio conquistou o bicampeonato da Recopa Sul-Americana em 2018

Grêmio conquistou o bicampeonato da Recopa Sul-Americana em 2018

Créditos: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio conquistou o bicampeonato da Recopa Sul-Americana em 2018

Grêmio conquistou o bicampeonato da Recopa Sul-Americana em 2018

Créditos: Lucas Uebel/Grêmio

Atlético-PR conquista o título da Sul-Americana 2018

Atlético-PR conquista o título da Sul-Americana 2018

Créditos: Reprodução/Twitter @CONMEBOL

Atlético-PR conquista o título da Sul-Americana 2018

Atlético-PR conquista o título da Sul-Americana 2018

Créditos: Reprodução/Twitter @CONMEBOL

O futebol brasileiro mostrou sua força novamente em 2018 e faturou duas taças internacionais com Grêmio-RS e Atlético-PR. Campeão da Libertadores em 2017, o Tricolor gaúcho abriu a temporada com o bicampeonato da Recopa. Em dezembro, o Furacão também venceu uma competição organizada pela CONMEBOL e fechou o ano com o título inédito da Copa Sul-Americana. 

Assim como na final da Libertadores 2017, quando bateu o Lanús, o Grêmio levou a melhor sobre um time argentino e faturou o sexto título internacional de sua história. Diante do Independiente, o Imortal protagonizou dois confrontos equilibrados. Após o empate em 1 a 1 na ida, as equipes ficaram no 0 a 0 na Arena do Grêmio e a decisão foi para os pênaltis. O goleiro Marcelo Grohe defendeu a última cobrança argentina e garantiu a vitória por 5 a 4.  

O ano de 2018 também foi especial para o Atlético-PR. Em dezembro, o Furacão alcançou o primeiro título internacional de sua história. Após despachar Newell's Old Boys, Peñarol, Caracas, Bahia e Fluminense, o Rubro-negro paranaense coroou a campanha vitoriosa ao superar o Junior Barranquilla nos pênaltis. Após dois empates em 1 a 1, a equipe brasileira levantou a taça na Arena da Baixada ao vencer as cobranças por 4 a 3.

Com a conquista inédita, o Atlético-PR se juntou ao grupo de clubes brasileiros campeões do torneio. Além do Furacão, a lista conta com Internacional (2008), São Paulo (2012) e Chapecoense (2016).