Pela Libertadores, São Paulo perde para LDU na altitude

Pela Libertadores, São Paulo perde para LDU na altitude

Tricolor sai atrás em Quito, tenta recuperação, mas não consegue evitar derrota para time equatoriano.

LDU (ECU) x São Paulo - CONMEBOL Libertadores 2020 LDU (ECU) x São Paulo - CONMEBOL Libertadores 2020
Créditos: Conmebol/Divulgação

O São Paulo não viveu uma boa noite na altitude de Quito, no Equador. Jogando fora de casa pela CONMEBOL Libertadores, o Tricolor foi derrotado por 4 a 2 pela LDU e se complicou no Grupo D da competição continental.

Precisando fazer o resultado longe de seus domínios, o São Paulo tentou fazer um jogo propositivo com a LDU, mas acabou rapidamente surpreendido. Aos 21 minutos, Borja se antecipou em cruzamento na área e desviou de cabeça para fazer 1 a 0 para os donos da casa.

Não demorou muito para que a LDU ampliasse o placar. Aos 36, após erro na saída de bola do São Paulo, Hernanes foi desarmado e Jhojan Julio bateu firme para fazer o segundo. O mesmo Julio daria números finais ao primeiro tempo. Após boa jogada de contra ataque, o atacante precisou apenas dominar, olhar o goleiro Tiago Volpi e bater com categoria para marcar o terceiro.

Em ampla desvantagem no placar, o São Paulo precisava de uma resposta rápida na volta para o segundo tempo. E ela veio com o jovem Brenner, que aproveitou cruzamento da esquerda para finalizar de bate-pronto, diminuindo a vantagem equatoriana. Seria um bom ponto de partida, mas a defesa do Tricolor não conseguiu se manter sólida durante nenhum momento do jogo.

Aos 31 minutos, Billy Arce acertou um chute de rara felicidade e fez o quarto da LDU na partida, praticamente garantindo a vitória da Liga. O São Paulo ainda descontou aos 37, com Trellez, mas a reação parou por aí.

Com a derrota, o Tricolor ocupa a terceira colocação, com quatro pontos, enquanto a LDU se distancia na liderança, com nove. Na próxima rodada, na quarta-feira da semana que vem (30), o Tricolor vai até Buenos Aires medir forças com o River Plate no Cilindro de Avellaneda.