Luisão se despede dos gramados em grande estilo no estádio do Benfica

Luisão se despede dos gramados em grande estilo no estádio do Benfica

Defensor de 37 anos oficializou aposentadoria nesta terça-feira (25). Luisão se emocionou com cerimônia no Estádio da Luz e disse que pretende seguir no clube

Luisão ficou 15 anos no Benfica, de Portugal

Créditos: Divulgação/SL Benfica

Campeão da Copa América de 2004 e das Copas das Confederações de 2005 e 2009 com a Seleção Brasileira, o zagueiro Luisão pendurou oficialmente as chuteiras aos 37 anos de idade. A despedida aconteceu em cerimônia realizada na tarde desta terça-feira (25), no gramado do Estádio da Luz, em Lisboa.

Emocionado ao lembrar da sua trajetória até aqui no futebol, Luisão fez questão de agradecer ao presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, pelos 15 anos atuando com as cores dos Encarnados.

— Eu não sei muito bem falar do meu sentimento agora. Sei que me orgulho muito de tudo o que conquistei ao longo da minha vida. Desde minha infância humilde até quando cheguei neste clube e me tornei homem, me tornei um atleta. Devo praticamente tudo ao presidente Luís Filipe Vieira e ao Benfica. Eu nunca imaginei que estaria aqui um dia. Um dos estádios mais bonitos do mundo, um dos maiores clubes do mundo — disse Luisão, durante a cerimônia, contando que pretende ajudar o clube fora das quatro linhas:

— Sobre o futuro, eu não consigo especificar agora. O meu projeto era saber o momento certo de encerrar minha carreira. Mas em breve vamos saber de fato o que eu farei. Com certeza quero retribuir tudo o que o Benfica me deu.

Questionado sobre o porquê de não encerrar a carreira no Brasil,  Luisão falou em gratidão e história pelo Benfica. 

— Minha opção de não encerrar a carreira no Brasil é porque, quando eu cheguei no Benfica, sofri muitas críticas durante minha adaptação. Uma vez fui treinar e acabei saindo chorando. Disse que ia voltar para o Brasil porque não estava suportando a pressão. Mas o nosso psicólogo disse que eu tinha que me manter forte. A partir disso, coloquei na cabeça que ia fazer história nesse clube. Então, seria antiético da minha parte não encerrar a carreira aqui — revelou.

Anderson Luís da Silva começou a trilhar a carreira profissional em 1999, quando apareceu no Juventus-SP. Depois de se destacar pelo clube da Mocca, se transferiu para o Cruzeiro. Em Belo Horizonte, conquistou seis títulos pela equipe celeste, dentre eles a Tríplice Coroa de 2003 e a Copa do Brasil de 2000. Em agosto de 2003, Luisão assinou contrato com o Benfica, posteriormente alcançando a marca de 537 jogos e 47 gols pelos Encarnados, levantando nada mais nada menos do que 20 taças na Europa.