Liga dos Campeões Feminina: Formiga e Daiane sonham com título no PSG

Liga dos Campeões Feminina: Formiga e Daiane sonham com título no PSG

Jogadoras querem deixar suas marcas na história do clube francês com título inédito da Liga dos Campeões Feminina

Com 41 anos, Formiga quer fazer história no PSG

Créditos: Divulgação/Site Oficial PSG

Uma mescla de experiência e juventude com a marca do Brasil tem dado certo no PSG. Jogando lado a lado, Formiga e Daiane buscam fazer história no clube francês dentro da Liga dos Campeões Feminina. A caminhada na competição continental continua, nesta quinta-feira (21), com o jogo de ida das quartas de final diante do Chelsea, às 16h05 (de Brasília), em território inglês.

De olho no título inédito da Liga dos Campeões, o PSG já bateu na trave duas vezes. Na última aparição do time na decisão, em 2016/17, Formiga já fazia parte do elenco e sonha com um desfecho diferente na atual temporada.

— Por pouco a gente não levou o título contra o Lyon, em 2017, foi uma briga boa. Esse ano estamos na briga também. Queremos realmente levar o time a uma final novamente e ganhar. E até mesmo para servir de experiência para a Daiane, participar e chegar à final. E é isso, quem sabe nós duas fazemos história no PSG, como a Erika, a própria Cristiane, e outras brasileiras que já passaram por aqui? Que a gente consiga manter essa força das brasileiras lá dentro — comentou a atleta.

A importância da meia para o futebol feminino brasileiro é indiscutível. No PSG, a jogadora, de 41 anos, usa toda sua bagagem para ajudar a equipe e, principalmente, para guiar a jovem compatriota dentro e fora dos gramados.

— A Daiane é uma menina nova, tem muito o que aprender e eu procuro sempre estar ali, dando dicas e ajudando, porque eu sei o quanto é difícil estar em um país sozinha, como eu já fiquei algumas vezes, e você tentar se comunicar ou ter uma ajuda, que pouco tem. Então, com essa minha pouca experiência, procuro ajudar ela — encerrou Formiga.

Daiane chegou ao PSG em 2018 e vai disputar pela primeira vez as quartas de final da Liga dos Campeões Feminina Daiane chegou ao PSG em 2018 e vai disputar pela primeira vez as quartas de final da Liga dos Campeões Feminina
Créditos: Divulgação/Site Oficial PSG

Do outro lado, a zagueira, de apenas 21 anos, não esconde a admiração pela companheira de clube e a felicidade por poder atuar ao lado de um ídolo do esporte.

— Não tenho nem o que falar. É uma experiência que almejei toda a minha vida, que foi jogar ao lado dela. A gente cresce com sonho de ser jogadora assistindo Formiga, Marta, Cristiane, e hoje poder estar jogando do lado dela, com ela transferindo a experiência, trazendo ensinamento, me dando auxílio. Não tem o que falar. É perfeito. É uma experiência que eu vou levar para o resto da minha vida, é uma coisa incrível. Só tenho a agradecer por poder jogar com ela - afirmou Daiane.

A defensora se juntou ao time francês no ano passado e tem vivido momentos inéditos na carreira. Um deles acontece nesta quinta-feira, mas ainda é pouco para a brasileira que deseja muito mais.

— A expectativa para o jogo contra o Chelsea é muito grande. Quando a gente disputa uma competição sempre entramos para ganhar, então esse é o meu objetivo. Essa é minha primeira quartas de final de Champions, to muito ansiosa para isso, e vai ser incrível. Vai ser um confronto bem disputado, mas espero que a gente leve a melhor nessa.

Finalista por duas vezes, PSG ainda sonha com título da Liga dos Campeões Feminina Finalista por duas vezes, PSG ainda sonha com título da Liga dos Campeões Feminina
Créditos: Divulgação/Site Oficial PSG