Internacional aplica goleada histórica na Conmebol Libertadores

Internacional aplica goleada histórica na Conmebol Libertadores

No Beira-Rio, Inter faz 6 a 1 no Olimpia; São Paulo empata jogo pegado com o Racing por 0 a 0.

Internacional aplica goleada histórica na Conmebol Libertadores Créditos: Conmebol/Divulgação

O Internacional viveu uma noite histórica de Conmebol Libertadores. Nesta quarta-feira, o Colorado goleou o Olimpia, do Paraguai, por 6 a 1 e coroou a boa fase sob o comando do técnico espanhol Miguel Ángel Ramirez. Os gols foram marcados por Victor Cuesta, Edenílson, Thiago Galhardo (duas vezes), Yuri Alberto e Caio Vidal.

Com a vitória, o Inter chegou aos seis pontos na competição, na primeira colocação do Grupo B. O resultado ainda estabeleceu um novo recorde para o clube na Libertadores: foi a maior goleada do Colorado na história do torneio continental. Os seis gols marcados dão ao clube gaúcho o posto de melhor ataque da Libertadores, ao lado de Flamengo e Palmeiras, com dez gols cada.

A partida ainda marcou o retorno do atacante Taison ao Beira-Rio. Mais de dez anos depois de atuar pela última vez no estádio, a cria do Celeiro de Ases vestiu a camisa 10 do Inter, carregou a braçadeira de capitão e conduziu o Colorado a uma importante vitória continental.

Miranda comandou a defesa do São Paulo no 0 a 0 com o Racing.
Créditos: Conmebol/Divulgação

Também nesta quarta-feira, o São Paulo fez um jogo duríssimo com o Racing, no Cilindro de Avellaneda, em Buenos Aires. Em uma noite inspirada do zagueiro Miranda, o Tricolor se segurou bem e voltou para o Brasil com um bom empate por 0 a 0, mantendo sua invencibilidade e a liderança do Grupo E, com sete pontos em três jogos.

Pela Sul-Americana, a noite não foi tão boa para os brasileiros. Jogando dentro de casa, o Red Bull Bragantino foi superado pelo Talleres com um gol aos 48 minutos do segundo tempo. Na altitude de La Paz, o Ceará conseguiu um empate por 0 a 0 com o Bolívar, mas ficou com um gosto amargo pelo pênalti desperdiçado por Jael.