Campeões da década: Athletico conquista Sul-Americana pela primeira vez

Campeões da década: Athletico conquista Sul-Americana pela primeira vez

Furacão passou por adversários importantes no caminho da conquista inédita na história do clube

Athletico Paranaense venceu a Copa Sul-Americana de 2018, conquistando um título inédito até então na história do clube Athletico Paranaense venceu a Copa Sul-Americana de 2018, conquistando um título inédito até então na história do clube
Créditos: Gabriel Machado/AGIF

O futebol brasileiro e os principais campeonatos no mundo estão parados por conta da pandemia de Covid-19 (coronavírus). Para ajudar a matar as saudades do torcedor nesse período de luta contra o vírus, destacamos os títulos internacionais dos clubes brasileiros na última década. Hoje, relembramos a conquista da Copa Sul-Americana 2018 pelo Athletico Paranaense. Com muita emoção ao longo do torneio, o Furacão venceu o maior título de sua história diante de uma Arena da Baixada lotada.

Enquanto recorda a conquista do título inédito para o Athletico, não se esqueça de conferir todos os passos para continuar na luta contra o coronavírus. Veja aqui o site especial!

Furacão pela América: terras arrasadas na Argentina e no Uruguai

A Sul-Americana começou para o Athletico Paranaense com pedreiras logo nas primeiras fases do torneio. Um dos pontos altos da campanha aconteceu contra o tradicional Peñarol, do Uruguai, na segunda fase. Depois de passar pelo Newell’s Old Boys, da Argentina, o Furacão teve que encarar um dos maiores campeões do continente. No jogo de ida, na Arena da Baixada, vitória por 2 a 0. Marcelo Cirino e Pablo fizeram os gols do Rubro-Negro.

Vitórias nos jogos da ida e da volta garantiram a classificação do Athletico Paranaense sobre o Peñarol, do Uruguai Vitórias nos jogos da ida e da volta garantiram a classificação do Athletico Paranaense sobre o Peñarol, do Uruguai
Créditos: Jason Silva/AGIF

Na volta, no Estádio Campeón del Siglo, a expectativa era de uma partida difícil. Apesar de poder perder por um gol de diferença, o time comandado pelo técnico Tiago Nunes não se intimidou e goleou o Peñarol por 4 a 1. Dessa vez, os tentos ficaram por conta de Léo Pereira, Marcinho, Nikão e Bruno Guimarães.

No Uruguai, Athletico Paranaense não tomou conhecimento de um dos maiores campeões do continente e goleou por 4 a 1 o Peñarol No Uruguai, Athletico Paranaense não tomou conhecimento de um dos maiores campeões do continente e goleou por 4 a 1 o Peñarol
Créditos: Divulgação/Facebook Athletico Paranaense

Duelos nacionais e o brilho da estrela do goleiro Santos

Ganhando moral na competição, o Athletico ainda eliminou o Caracas, da Venezuela, nas oitavas de final. Depois, teve pela frente dois confrontos nacionais: Bahia e Fluminense. No primeiro, nas quartas, contou com o brilho do goleiro Santos na decisão por pênaltis. O camisa 1 se destacou e defendeu logo a primeira cobrança, dando tranquilidade para o Furacão eliminar o Tricolor baiano.

Contra o Bahia, o goleiro Santos brilhou e defendeu uma das cobranças de pênalti, se tornando figura essencial na conquista da Sul-Americana Contra o Bahia, o goleiro Santos brilhou e defendeu uma das cobranças de pênalti, se tornando figura essencial na conquista da Sul-Americana
Créditos: Cleber Yamaguchi/AGIF

Nas quartas de final da Sul-Americana, sufoco, tensão e vaga garantida na marca da cal. Vitória por 4 a 3 nos pênaltis e passagem carimbada para a próxima fase Nas quartas de final da Sul-Americana, sufoco, tensão e vaga garantida na marca da cal. Vitória por 4 a 3 nos pênaltis e passagem carimbada para a próxima fase
Créditos: Cleber Yamaguchi/AGIF

Diante dos cariocas, vitórias nas duas partidas. Tanto na ida quanto na volta, o Athletico derrotou o Fluminense pelo placar de 2 a 0, garantindo a chegada à primeira final da Copa Sul-Americana na história do clube.

Na semifinal da Sul-Americana, o Furacão venceu os dois jogos e eliminou o Fluminense, chegando à primeira decisão do torneio na história do clube Na semifinal da Sul-Americana, o Furacão venceu os dois jogos e eliminou o Fluminense, chegando à primeira decisão do torneio na história do clube
Créditos: Jason Silva/AGIF

Pênaltis, emoção e Arena lotada: a conquista da Copa Sul-Americana 2018

Na grande decisão, mais emoção na marca da cal. Com dois empates por 1 a 1 nos jogos de ida e volta, com gols do artilheiro Pablo, o Furacão decidiu o título nos pênaltis diante de sua torcida, que lotou a Arena da Baixada. Vitória por 4 a 3, com o zagueiro Thiago Heleno convertendo a última cobrança e conquistando o maior título da história do Athletico Paranaense.

Atacante Pablo balançou as redes no jogo derradeiro e terminou a competição como artilheiro, tendo marcado cinco gols com a camisa do Athletico Atacante Pablo balançou as redes no jogo derradeiro e terminou a competição como artilheiro, tendo marcado cinco gols com a camisa do Athletico
Créditos: Fom Conradi/AGIF

Novamente na disputa de penalidades, o Athletico Paranaense derrotou o Junior Barranquilla, da Colômbia, e se sagrou campeão da Copa Sul-Americana pela primeira vez Novamente na disputa de penalidades, o Athletico Paranaense derrotou o Junior Barranquilla, da Colômbia, e se sagrou campeão da Copa Sul-Americana pela primeira vez
Créditos: Jason Silva/AGIF

Confira abaixo a campanha completa do Athletico Paranaense na Copa Sul-Americana 2018:

Primeira fase:

Athletico Paranaense 3 x 0 Newell’s Old Boys-ARG

Newell’s Old Boys-ARG 2 x 1 Athletico Paranaense

Segunda fase:

Athletico Paranaense 2 x 0 Peñarol-URU

Peñarol-URU 1 x 4 Athletico Paranaense

Oitavas de final:

Caracas-VEN 0 x 2 Athletico Paranaense

Athletico Paranaense 2 x 1 Caracas-VEN

Quartas de final:

Bahia 0 x 1 Athletico Paranaense

Athletico Paranaense 0 (4) x (3) 1 Bahia

Semifinal:

Athletico Paranaense 2 x 0 Fluminense

Fluminense 0 x 2 Athletico Paranaense

Final:

Junior Barranquilla-COL 1 x 1 Athletico Paranaense

Athletico Paranaense 1 (4) x (3) 1 Junior Barranquilla