Avaí/Kindermann encerra sua participação na Libertadores Feminina 2020

Avaí/Kindermann encerra sua participação na Libertadores Feminina 2020

Apesar de dominar quase todo o confronto, as Leoas foram surpreendidas pela equipe do Boca Juniors e deram adeus ao torneio continental.

Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020 Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020
Créditos: Andrielli Zambonin/Twiiter Avaí/Kindermann

Nesta quinta-feira (11), o Avaí/Kindermann foi eliminado da Libertadores Feminina 2020. Em confronto válido pela 3ª rodada da Fase de Grupos diante do Boca Juniors, as Leoas foram superadas por 1 a 0 e deram adeus ao torneio continental. Melhor na partida disputada no Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, o time catarinense foi surpreendido com um gol no fim da segunda etapa. Com o resultado, as brasileiras ficaram com a terceira posição do Grupo B.

O jogo

A partida iniciou com bastante estudo entre os clubes, sem grandes chances. A primeira oportunidade clara foi a favor do Avaí/Kindermann, aos 14 minutos. Após belo passe de Gaby Soares, Catyellen ficou cara a cara com a goleira e finalizou forte, mas viu a arqueira argentina intervir e jogar a bola para escanteio. Dois minutos depois, as Leoas chegaram a balançar a rede, mas o gol de Lelê foi anulado.

Após intenso bate e rebate dentro da grande área, a bola sobrou nos pés da artilheira do Kindermann, que empurrou para o gol. No entanto, o tento foi anulado, já que a posição de Lelê na origem do lance era de impedimento.

No seu melhor momento no jogo até então, o time brasileiro aumentou ainda mais o ímpeto em busca do primeiro gol. Aos 20, Larissa arrancou com a bola dominada e enfiou ótimo passe longo para Lelê, que tocou na saída da goleira. Mas sem força, a bola foi bloqueada pela zagueira argentina antes de cruzar o gol.

Já aos 40 minutos, a equipe catarinense emplacou um contra-ataque que poderia ser fatal. Mas ao receber cara a cara com a goleira argentina, Larissa isolou e desperdiçou a chance de inaugurar o marcador. Essa foi a última oportunidade da partida antes do intervalo. Empate sem gols na primeira etapa.

Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020 Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020
Créditos: Andrielli Zambonin/Twiiter Avaí/Kindermann

O segundo tempo, decisivo para ambas equipes, começou bem mais truncado. Cada espaço dentro de campo era disputado com intenso rigor físico. A primeira oportunidade surgiu de um lance polêmico. Após disparar em velocidade, Larissa saiu cara a cara com a goleira do Boca Juniors. Com um leve toque, a atacante das Leoas driblou a goleira, que atropelou a brasileira na entrada da área para evitar o gol.

Após pedidos de expulsão por parte das jogadoras do Avaí/Kindermann, a árbitra da partida deu cartão amarelo para a arqueira do Boca. Na cobrança da falta, aos 17, as catarinenses quase tiraram o grito de gol da garganta. Após batida de Gaby Soares, Tauane subiu mais do que as marcadoras argentinas e testou rente à trave.

Aos 22, outra chance claríssima desperdiçada pelas Leoas, desta vez nos pés de Lelê. Após receber passe açucarado, a artilheira do time catarinense ficou de frente para a meta argentina, mas chutou em cima da goleira, que espalmou para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, a atacante apareceu novamente para testar firme e ver a arqueira argentina Oliveros brilhar novamente com uma defesa plástica.

Aos 33, foi a vez do Boca Juniors assustar. Na primeira grande chance do time argentino, Vallejos, camisa 10 da equipe, foi acionada na área e, frente a frente com Bárbara, chutou para fora. O castigo para a equipe brasileira e o alívio do time argentino veio na marca dos 39 minutos. Após belo cruzamento, Rodríguez surgiu sozinha no segundo pau para cabecear para o fundo da rede. Boca Juniors 1 a 0.

O gol argentino abalou as brasileiras no final do confronto. Nos minutos finais, o Avaí/Kindermann não conseguiu reverter o resultado negativo e acabou eliminado da Libertadores Feminina 2020. O terceiro lugar no Grupo B não foi o suficiente para as Leoas se manterem viva na competição.

Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020 Avaí/Kindermann e Boca Juniors mediram forças pela 3ª rodada da Fase de Grupos, em busca por uma vaga no mata-mata da Libertadores Feminina 2020
Créditos: Andrielli Zambonin/Twiiter Avaí/Kindermann