Atlético-MG busca recuperação na Libertadores diante do Nacional

Atlético-MG busca recuperação na Libertadores diante do Nacional

Fora de casa, mineiros buscam recuperação na Libertadores após perder na estreia da fase de grupos

Victor analisa duelo do Atlético-MG contra o Nacional pela segunda rodada da Libertadores Victor analisa duelo do Atlético-MG contra o Nacional pela segunda rodada da Libertadores
Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG

A noite é de recomeço para o Atlético-MG na Libertadores! Em busca da primeira vitória na fase de grupos, a equipe mineira viajou até o Uruguai para encarar o Nacional. A bola rola para confronto da segunda rodada do Grupo E a partir das 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (12), no Parque Central, em Montevidéu.

Depois da derrota sofrida diante do Cerro Porteño-PAR, em pleno Mineirão, o Galo tenta a recuperação no torneio longe de casa. Apesar do rótulo de visitante, está será a terceira vez no ano em que os atleticanos vão atuar em solo uruguaio. Na primeira fase da Pré-Libertadores, os alvinegros ficaram no empate em 2 a 2 com o Danubio. Já na etapa seguinte, o confronto contra o Defensor terminou com um triunfo mineiro por 2 a 0. Para o goleiro Victor o retrospecto deve servir de exemplo para a partida de logo mais.

– Sem dúvida são referências. Até no confronto que empatamos contra o Danubio nós tivemos um volume de jogo interessante só que erramos em situações pontuais. Mas foram jogos em que a equipe se comportou bem, principalmente na partida diante do Defensor. Então é procurar levar isso para este próximo confronto. A gente até brincou que é a terceira vez que a gente desembarca no Uruguai, parece que estamos disputando o campeonato uruguaio, mas sabemos da força do futebol deles, da tradição, então temos que pregar todo o respeito, ainda mais quando se trata de uma equipe da grandeza do Nacional. No entanto, temos que saber também daquilo que a gente pode fazer para sair com resultado positivo – comentou o jogador.

Dentro de campo, a pressão recai sobre os dois lados. Enquanto a crise se instala no clube uruguaio, que ainda não venceu no campeonato nacional, o Atlético precisa vencer para não perder os adversários de vista.

– A gente sabe que o Nacional é um clube de muita tradição aqui no Uruguai e vive de resultado assim como nós. Nós precisamos ter consciência daquilo que temos que fazer em campo. Se a pressão existe para eles, ela existe para nós também. Então temos que transformar essa cobrança em motivação e foco para a partida. Vamos tentar fazer nosso melhor jogo independente do momento que o adversário vive no campeonato uruguaio até porque eles venceram na estreia da Libertadores e esse é um jogo de confronto direto para podermos buscar a zona de classificação. Mesmo sendo apenas a segunda rodada, sabemos que é importante encaminhar a classificação para não deixar para cima da hora – encerrou. 

PATROCINADORES

Home nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil