Athletico e Grêmio garantem vaga na próxima fase da Libertadores

Athletico e Grêmio garantem vaga na próxima fase da Libertadores

Com resultados desta terça-feira, Furacão e Imortal se classificam para as oitavas de final. Internacional apenas empata com América de Cali e adia conquista da vaga.

Grêmio x Universidad Católica (CHI) - CONMEBOL Libertadores 2020 Grêmio x Universidad Católica (CHI) - CONMEBOL Libertadores 2020
Créditos: Conmebol/Divulgação

Já temos dois brasileiros classificados para as oitavas de final da CONMEBOL Libertadores. Na noite desta terça-feira, Athletico Paranaense e Grêmio garantiram suas vagas na segunda fase do torneio continental. O Internacional, por sua vez, teve que adiar a classificação para a próxima etapa da Libertadores.

O Athletico Paranaense recebeu o Jorge Wilstermann (BOL) na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quinta rodada do Grupo C. Com a vitória do Peñarol (URU) sobre o Colo Colo (CHI), o Furacão precisava apenas de um empate para garantir sua vaga. E foi justamente isso que aconteceu. O Athletico ficou no 0 a 0 com os bolivianos e carimbou seu passaporte para as oitavas de final.

O Grêmio, por outro lado, só se classificaria com uma combinação de resultado. Primeiro, o Tricolor Gaúcho precisava vencer a Universidad Católica, na Arena do Grêmio, e assim o fez, com gols de Pepê e Rodrigues. Depois disso, era necessário que o América de Cali (COL) não derrotasse o Internacional na Colômbia.

O Colorado também se classificaria se ganhasse a partida, mas não saiu do zero contra os donos da casa, adiaram a própria passagem para as oitavas, enquanto garantiram a vaga do Grêmio. Na próxima rodada, o Inter visita a Católica e só não se classifica se perder e o Grêmio for superado dentro de casa pelo América de Cali.

Athletico x Jorge Wilstermann (BOL)  - CONMEBOL Libertadores 2020 Athletico x Jorge Wilstermann: 0 a 0 na Arena da Baixada.
Créditos: Conmebol/Divulgação

América de Cali (COL) x Internacional - CONMEBOL Libertadores 2020 Inter e América de Cali também não saíram do zero.
Créditos: Conmebol/Divulgação