Parabéns, campeão!

17/12/2017 às 12:42 | Assessoria CBF

Mengálvio completa 79 anos neste domingo

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Embora tenha nascido no dia 17 de outubro de 1938, Mengálvio Pedro Figueiró foi registrado por seu pai, o maestro da cidade, no cartório de sua cidade natal, Laguna, em Santa Catarina no dia 17 de dezembro de 1938. Era o quinto filho do casal Antônio Figueiró e Maria Florisbela Figueiró. O eterno craque, que marcou época tanto na Seleção Brasileira quanto no Santos, completa 79 anos neste domingo (17).

Sua trajetória no futebol se iniciou no Barriga Verde, clube de Santa Catarina, onde foi revelado e se destacou no meio-campo. Em 1957 o atleta foi para o Aimoré-RS, onde permaneceu por dois anos até acertar com o Santos, em 1960. No Alvinegro Praiano, formou o que foi considerado "O Ataque dos Sonhos" composto por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pepe e Pelé.

Sua desenvoltura no Santos chamou a atenção do então treinador da Canarinho, Aymoré Moreira, que o convocou para fazer parte do grupo que foi campeão da Copa do Mundo de 1962, no Chile. O jogador era o reserva imediato do craque Didi, o nosso Folha Seca, que teve grande destaque durante o torneio. 

Além do título da Copa do Mundo pelo Brasil, Mengálvio acumula outros triunfos. Pelo Santos, o atleta foi pentacampeão da Taça Brasil de 1961 até 1965. Também foi campeão da Recopa Internacional, bicampeão da Libertadores (1962, 1963) e bicampeão mundial (1962, 1963). O meio-campista também atuou pelo Grêmio e pelo Millonarios, da Colômbia, onde encerrou sua carreira.

Curiosidade

Pluto era o seu apelido no elenco santista. José Macia, o Pepe em seu livro “Bombas de Alegria” conta uma passagem do amigo Menga: “Após o Mundial do Chile em 1962, o presidente da República João Goulart recebeu a delegação brasileira em banquete na Granja do Torto e o Menga apertou a mão do presidente e deixou com ele um bilhete solicitando um emprego para uma de suas irmãs que se formara professora. Todos gozaram o meia santista pelo seu ato ingênuo. Três semanas depois, sua irmã Samira já lecionava no bairro do Macuco em Santos”.

A CBF parabeniza o eterno campeão pelos seus feitos e conquistas, desejando muita saúde e vida longa. Parabéns, Mengálvio! 

Foto: Mengálvio, representando a Copa de 62, recebe homenagem antes de Brasil e Chile, na última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Leia mais

Nossos patrocinadores