Troca de experiência

07/12/2017 às 16:34 | Assessoria CBF

CBF recebe reunião de Licenciamento FIFA/Conmebol

Entre os dias 6 e 7 de dezembro, a CBF abriu as portas para receber a reunião de Licenciamento de Clubes, organizada pela FIFA em conjunto com a Conmebol. Na sede da entidade, no Rio de Janeiro, representantes das Federações Sul-Americanas debateram o tema e compartilharam as experiências adquiridas ao longo do primeiro ano de implementação do licenciamento. Além do Diretor de Registro, Transferências e Licenciamento da CBF, Reynaldo Buzzoni, a reunião contou com os Gerentes de Licenciamento dos 10 países membros da Conmebol. 

Na quarta-feira (6), todas as Federações da América do Sul apresentaram os avanços conquistados com as novas medidas adotadas nos campeonatos nacionais, os pontos de maior dificuldade e os principais desafios de cada país para o próximo ano.

– O nosso objetivo foi dar oportunidade a cada um para nos mostrar e nos ensinar como desenvolveram o processo de implementação a nível nacional e quais são os problemas que surgiram até agora por parte dos clubes. A ideia é conhecer as melhores práticas e também definir os requisitos que serão implementados a partir do ano que vem – explicou Mariano Zavala, responsável pelo Licenciamento de Clubes da Conmebol.

Gerente de Licenciamento de Clubes da CBF, Ênio Gualberto Jr. destacou a importância do encontro com os demais membros.

– Tivemos essa oportunidade de receber todas as Federações da América do Sul aqui. No próximo ano, a Licença será válida para a Libertadores e a Copa Sul-Americana. A grande novidade é a incorporação mais para frente de critérios financeiros que serão gradualmente testados, no caso da Conmebol, e aplicados de uma maneira comum para todos os países sul-americanos – analisou Ênio Gualberto.

O segundo dia foi dedicado aos estudos de casos de sucesso. Diretor Geral do Palmeiras, Luciano Paciello falou do processo de reestruturação financeira realizado no clube paulista e iniciado em 2013.

– É importante esse passo do licenciamento por conta de todos os processos que os clubes precisam estar atuando e estarem muito atentos. No final das contas, o que vai garantir a perenidade dos clubes é exatamente os processos fora de campo. Dentro do campo existe o jogo, o que tem que ser feito, mas o que dá sustentabilidade é o trabalho fora de campo. A participação de outros clubes e países é importantíssima para trocarmos experiências e entendermos os que vem sendo feito nos outros países e como podemos melhorar – avaliou Luciano Paciello.

Convidado da FIFA, Alberto Zamboni compartilhou a experiência adquirida à frente do Licenciamento de Clubes na Federação Italiana de Futebol. Representante da FIGC enriqueceu o debate e parabenizou o trabalho realizado pelas Federações Sul-Americanas. Implementado desde 2008, o sistema de licenciamento da UEFA é uma das principais referências do assunto no mundo do futebol.

– Já há alguns anos estamos nesta implementação. Portanto alguns problemas que eles estão passando agora, nós enfrentamos alguns anos antes. Estou tentando ajudar a eles com informações sobre os problemas que tivemos e como os solucionamos na época e qual pode ser o futuro desse sistema. Eu preciso destacar que as pessoas envolvidas no Licenciamento da Conmebol estão muito bem preparadas. Eles fizeram muito em somente um ano de trabalho – afirmou Alberto Zamboni.

O encontro foi encerrado com uma visita às instalações do Clube de Regatas do Flamengo. Além do tour pelo CT do clube carioca, os gerentes acompanharam a apresentação de André Galdeano, Gerente Jurídico do Flamengo.

Leia mais

Nossos patrocinadores