Ednaldo Rodrigues celebra sucesso da Supercopa Feminina

Ednaldo Rodrigues celebra sucesso da Supercopa Feminina

Na Neo Química Arena lotada, competição estabelece novo recorde de público e paga premiação milionária

 

A terceira edição da Supercopa Feminina foi uma celebração do futebol feminino. A final estabeleceu novo recorde de público da competição ao levar neste domingo (18) 33.175 torcedores pagantes ao estádio do Corinthians. Com o gol de Duda Sampaio, as Brabas do Timão venceram o Cruzeiro por 1 a 0 e conquistaram pela terceira vez o título da competição que abre a temporada do futebol feminino nacional.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, participou da premiação dos vencedores da Supercopa Feminina no gramado da Neo Química Arena. A cerimônia contou com a participação do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, do gestor da SAF do Cruzeiro, Ronaldo Nazário, e de Aline Pelegrino, gerente de competições da CBF.

Além de lotar o estádio, a edição de 2024 pagou a maior premiação da história da competição. O Corinthians ganhou R$ 600 mil pela conquista, enquanto o Cruzeiro vai embolsar R$ 400 mil. A premiação subiu 25 % em relação ao ano anterior.

Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, entregando o troféu da Supercopa Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, entregando o troféu da Supercopa
Créditos: Staff Images / CBF

"A Supercopa representa o crescimento do futebol feminino brasileiro. Tivemos neste domingo recorde de público, de premiação, uma inovação na transparência do jogo, com a árbitra explicando a decisão do VAR no microfone para o o público. Foi uma verdadeira festa para os fãs do futebol", afirmou o presidente da CBF, que anunciou a criação de um campeonato de seleções estaduais com atletas de 14 até 17 anos. 

MAIS INVESTIMENTOS

"A CBF Investe na formação de toda a cadeia produtiva do futebol feminino. Queremos formar cada vez mais treinadoras, preparadoras físicas, médicas, árbitras. Portanto, o que nós queremos é que a gestão do futebol feminino cresça também, assim como tem crescido dentro de campo com as atletas. O nosso objetivo é fazer o futebol feminino se desenvolver cada vez mais. Tenho certeza que a próxima edição da Supercopa Feminina será ainda melhor", completou Ednaldo Rodrigues.

Corinthians recebe a premiação de R$ 600 mil pelo título Corinthians recebe a premiação de R$ 600 mil pelo título
Créditos: Staff Images / CBF

A final neste domingo foi uma das mais equilibradas. O Cruzeiro chegou a balançar as redes duas vezes, mas com o auxílio do VAR, a árbitra Deborah Cecília Cruz Correia invalidou os dois lances.

RONALDO ELOGIA A SUPERCOPA

"É maravilhoso ver essa crescente do futebol feminino. O Cruzeiro tem esse projeto novo, que a gente tem compromisso de fazer com que cresça ainda mais. A CBF está de parabéns pela organização, pela premiação recorde. Acho que neste domingo o interesse do público cresceu ainda mais nessa modalidade", disse Ronaldo Nazário, gestor da SAF do Cruzeiro.
 
Final da Supercopa Feminina 2024 Final da Supercopa Feminina 2024
Créditos: Staff Images / CBF

O dirigente do Cruzeiro aproveitou a festa em São Paulo para pedir mais apoio das empresas.

"O futebol feminino tem muito ainda que evoluir e crescer. Aguardamos também, claro, investimento das empresas. Agradeço muito às que nos apoiam e deixo um convite para as outras também embarquem e acompanhem esse crescimento do futebol feminino, que é uma realidade hoje", acrescentou o craque da conquista do pentacampeonato mundial.

O presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, exaltou o público neste domingo na arena Corinthians e comentou sobre o futuro do futebol feminino. 

"O futebol feminino é uma realidade no Brasil. Precisa ser feito com amor e se entregar a essa modalidade. Em três anos da Supercopa, olha a quantidade de investimento que a CBF fez. Quanto mais investir, a competição vai gerar públicos maravilhosos. Vimos neste domingo um jogo de altíssimo nível técnico. Isso é o futebol. Viva!", afirmou Reinaldo Carneiro Bastos, que também é vice-presidente da CBF.

Torcedores lotam a Neo Química Arena Torcedores lotam a Neo Química Arena
Créditos: Staff Images / CBF

PROCESSO CONTÍNUO DE CRESCIMENTO

Gerente de Competições da CBF, Aline Pelegrino comemorou o sucesso da terceira edição da Superliga Feminina e fez questão de parabenizar os oitos clubes que disputaram a competição.

"Gostaria de parabenizar o Corinthians, que é o campeão, e as outras sete equipes que participaram da competição que abre o calendário anual do futebol feminino. Parabenizar também a gestão do presidente Ednaldo Rodrigues. Tivemos também aqui uma equipe de arbitragem feminina que fez história. Foi uma decisão sensacional", disse Aline.

"A premiação está aumentando mostrando que o futebol feminino é um processo contínuo de desenvolvimento. Os passos estão sendo dados de forma sustentável com o público aumentando, quase 35 mil pessoas no estádio. Fico muito feliz de estar vendo isso. A CBF busca melhorar cada vez mais o futebol feminino e vai buscar sempre", disse a executiva da CBF e ex-capitã da Seleção Brasileira.

MELHOR EM CAMPO

Final Supercopa Feminina 2024 - Corinthians x Cruzeiro - 18.02 Final Supercopa Feminina 2024 - Corinthians x Cruzeiro - 18.02
Créditos: Staff Images / CBF

Autora do gol do título, Duda Sampaio foi uma das mais festejadas pelos torcedores na Neo Química Arena. Eleita melhor em campo, a jogadora contou da importância da conquista do título da competição que abre a temporada do futebol feminino. 

"Estou muito feliz de poder estar aqui. Tive muitas dores nas costas na semana, mas consegui me recuperar para estar pronta pro dia do jogo. Vencer uma competição no início da temporada é muito importante. Sabemos o que representa passar por tudo isso antes de chegar ao Campeonato Brasileiro. Isso nos deixará mais fortes ao longo do ano", disse a jogadora.

"A Supercopa veio para ficar e já abre a temporada com grandes jogos, como mostrou hoje na final, com dois times que realmente investem na modalidade, que fazem um bom trabalho. Acredito que para o ano que vem já vem um outro cenário, que é natural. Precisamos ajustar algumas coisas para ficar ainda melhor", afirmou Cris Gambaré, diretor de futebol feminino do Corinthians. 

CABULOSAS

Final Supercopa Feminina 2024 - Corinthians x Cruzeiro - 18.02 Final Supercopa Feminina 2024 - Corinthians x Cruzeiro - 18.02
Créditos: Staff Images / Cruzeiro

Diretora de Futebol Feminino do Cruzeiro, Kin Saito elogiou a organização da Supercopa Feminina 2024 e a atuação das Cabulosas neste domingo. 

"A Supercopa é uma oportunidade logo após a pré-temporada, de a gente, num formato mata-mata, buscar essa competitividade. Então é muito importante a manutenção e cada vez mais o aprimoramento dessa competição que na sua terceira edição" , explicou Saito. 

"Em relação ao Cruzeiro, a gente quer dar cada passo de forma muito firme, a todo momento fazer a Nação Azul se sentir representada pelos princípios do jogo das Cabulosas. A gente espera cada vez mais esse apoio e é super importante também promover isso para diferentes clubes e representantes de vários estados. Então vamos para a próxima", concluiu 

Cerimônia de premiação da Supercopa Cerimônia de premiação da Supercopa
Créditos: Sérgio Rangel

 
 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics