Um ano sem Roberto Dinamite

Um ano sem Roberto Dinamite

Dinamite é um dos grandes ídolos do Vasco e o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 190 gols

Um ano sem Roberto Dinamite Um ano sem Roberto Dinamite
Créditos: Divulgação

Nesta segunda-feira, 8 de janeiro, o falecimento de Roberto Dinamite completa um ano. Grande ídolo do Vasco e um dos maiores atacantes da história do futebol brasileiro, Roberto nos deixou aos 68 anos em razão de um tumor no intestino. 

Seu apelido foi cunhado pelo Jornal dos Sports com a ascensão do então “Garoto Dinamite”, que encantou os torcedores vascaínos desde seu primeiro gol pelo clube - contra o Internacional, em 1971.

Com mais de 20 anos vestindo a camisa do Cruzmaltino (1971-79 e 1980-92), Roberto conquistou o Campeonato Brasileiro de 1974, além de cinco Campeonatos Cariocas (1977, 1982, 1987, 1988 e 1992) e ostenta o posto de jogador com mais partidas pelo Vasco (1.110).

Inauguração da Estátua de Roberto Dinamite no Estádio São Januário em 28 de abril de 2022 Roberto Dinamite durante inauguração de sua estátua em São Januário
Créditos: Daniel Ramalho/Vasco da Gama

Além de artilheiro da história do clube (708 gols), Dinamite é o grande goleador do Campeonato Carioca e do Campeonato Brasileiro, com 284 e 190 gols, respectivamente.

Natural de Duque de Caxias (RJ), o craque também teve passagem pelo Barcelona entre 1979 e 1980. No entanto, mais marcantes do que os jogos pela equipe catalã, foi seu retorno ao Vasco ainda em 1980. No jogo diante do Corinthians pelo Brasileirão, marcou os cinco gols da goleada vascaína por 5 a 2. 

Pela Seleção Brasileira, Dinamite disputou 47 jogos, marcou 25 gols e foi convocado para as Copas do Mundo de 1978 e 1982.

Dinamite Roberto Dinamite em partida pela Seleção Brasileira
Créditos: Divulgação

Na reta final de sua carreira, Dinamite atuou por Portuguesa-SP e Campo Grande-RJ.

Conhecido por sua potência no chute, Roberto Dinamite explodia respeito e classe para com os adversários. Um exemplo disso se deu em sua despedida dos gramados, no dia 24 de março de 1993. No amistoso entre Vasco e Deportivo La Coruña (ESP), fez Zico, ídolo do Flamengo, usar a camisa do Vasco em reverência a seu adversário e amigo de longa data.

Na função de presidente do Vasco, que exerceu de 2008 a 2014, foi campeão da Série B em 2009 e da Copa do Brasil em 2011, título então inédito para o time.

A Confederação Brasileira de Futebol exalta a memória e a carreira de Carlos Roberto Gama de Oliveira, Roberto Dinamite e lenda do futebol brasileiro.

Um ano sem Roberto Dinamite Um ano sem Roberto Dinamite
Créditos: Talita Ferreira/CBF

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics