Remo e Brasiliense avançam à decisão da Copa Verde 2020

Remo e Brasiliense avançam à decisão da Copa Verde 2020

Leão goleou o Manaus por 6 a 2, enquanto nos pênaltis o Brasiliense eliminou o Vila Nova. Equipes agora se enfrentam na grande final da Copa Verde

Remo goleou o Manaus e avançou à decisão da Copa Verde 2020 Remo goleou o Manaus e avançou à decisão da Copa Verde 2020
Créditos: Fernando Torres/AGIF

A Copa Verde 2020 tem a sua final! Na tarde desta quinta-feira (18), Brasiliense e Remo carimbaram as vagas para a decisão do torneio. Depois de vencer o jogo de ida por 2 a 0, o Jacaré recebeu o Vila Nova no Serejão e, apesar da derrota por 3 a 1 no tempo normal, garantiu a classificação com um triunfo por 5 a 3 na disputa de pênaltis. Enquanto, no Mangueirão, o Leão reencontrou o Manaus, depois do empate em 1 a 1 na primeira partida, e fez valer o mando de campo em Belém vencendo nos 90 minutos por 6 a 2. 

+Confira as trajetórias de Brasiliense e Remo até a decisão da Copa Verde!

Brasiliense vence o Vila Nova nos pênalti e vai à final 

O duelo não podia ter começado melhor para o Brasiliense, que depois de vencer a partida de ida por 2 a 0, precisou de apenas uma oportunidade no Serejão para ampliar a vantagem no agregado. Badhuga, aos 12 minutos, apareceu na direita e cruzou na medida para Zé Love estufar as redes. Passado o susto inicial, o Vila Nova foi aos poucos voltando para o jogo e chegou ao empate, na marca dos 25, em cobrança de falta de Alan Mineiro. Precisando do resultado, o Colorado seguiu insistindo no ataque. Aos 35, após cruzamento na área, Nilson Júnior teve a chance da virada, mas mandou para fora. Minutos antes do intervalo, o time da casa voltou a levar em perigo em chute de Jefferson Maranhão. 

No início do segundo tempo, uma chance para cada lado: Wagner assustou para o Brasiliense, enquanto Henan chegou para o Tigre. Já aos 20, Alan Mineiro por pouco não marcou mais um para os visitantes. No minuto seguinte, o camisa 10 teve nova oportunidade, dessa vez em cobrança de pênalti, e não desperdiçou: 2 a 1. Do outro lado, o Jacaré respondeu com Diogo. Mas foi o Vila que manteve a pressão em busca do gol e da sobrevivência na Copa Verde. E, aos 32, João Pedro apareceu livre dentro da área e soltou o pé para fazer 3 a 1. Com o resultado, o duelo se encaminhou para as penalidades. 

Com a bola na marca da cal, o Brasiliense teve 100% de aproveitamento. Michel, Wagner, Sandy, Aldo e Tobinha converteram as cobranças, enquanto Edmar brilhou debaixo do poste e pegou uma das penalidades do Tigre ajudando o Jacaré a avançar à decisão da Copa Verde. 

Remo goleia o Manaus e garante presença na decisão

Depois do empate em 1 a 1 no primeiro duelo, as equipes entraram em campo precisando da vitória. Mandante da partida, o Remo foi para cima desde os primeiros minutos e, logo aos três, Wellington Silva obrigou Rafael Pitanga a fazer grande defesa. A estratégia azulina não demorou muito para surtir efeito. Augusto, aos 15, fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Hélio completar para o fundo da meta: 1 a 0. Porteira aberta, entrou um atrás do outro. No minuto seguinte, o camisa 7 remista recebeu mais um passe açucarado, dessa vez de Lucas Siqueira, e aproveitou para ampliar a contagem no Mangueirão. 

No lance do terceiro gol, aos 18, Lucas Siqueira trocou de função e apareceu para cabecear, após cruzamento na área: 3 a 0 e não parou por aí. Aos 23, o capitão deu mais uma assistência para Wallace anotar o quarto do Remo. Correndo atrás do prejuízo, o Manaus até tentou pressionar no ataque e chegou a assustar em finalizações de Edvan e Gabriel Davis. O primeiro passou perto e o segundo parou no goleiro Vinicius. 

Na volta do intervalo, o Gavião manteve a pressão, só que agora com bola na rede. Aos dez, Douglas Lima fez o levantamento na área e Luís Fernando subiu para estufar as redes: 4 a 1. Melhor no jogo, a equipe esmeraldina chegou ao segundo em cobrança de pênalti de Diego Rosa. Mas, aos poucos, o Remo equilibrou a partida e voltou ao ataque. Gedoz, Dioguinho e Lucas Siqueira assustaram. Até que, aos 38, Tiago Miranda aproveitou uma sobra dentro da área para marcar o quinto do Leão. E, já aos 43, Laison recebeu passe de Gedoz e deu números finais ao confronto: 6 a 2. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro