Saiba mais sobre os 18 clubes participantes

Saiba mais sobre os 18 clubes participantes

Edição em 2016, a terceira da história, contará pela primeira vez com 18 times, sendo que oito deles farão a sua estreia na competição

Águia de Marabá estreia na competição em busca de primeiro título do estado na Copa Verde

Águia de Marabá estreia na competição em busca de primeiro título do estado na Copa Verde

Créditos: Águia de Marabá/Divulgação

O Aparecidense-GO disputará a Copa Verde pela primeira vez

O Aparecidense-GO disputará a Copa Verde pela primeira vez

Créditos: Site Oficial do Aparecidense-GO

Brasília foi o primeiro campeão da Copa Verde

Brasília foi o primeiro campeão da Copa Verde

Créditos: Rafael Ribeiro/ CBF

Campeão Mundial pelo São Paulo em 2005, Aloísio Chulapa é a estrela do Comercial-MS

Campeão Mundial pelo São Paulo em 2005, Aloísio Chulapa é a estrela do Comercial-MS

Créditos: Facebook Comercial-MS

O atual campeão da competição é o Cuiabá

O atual campeão da competição é o Cuiabá

Créditos: Divulgação

Fundado em 2006, o Espírito Santo-ES é o clube mais novo da competição

Fundado em 2006, o Espírito Santo-ES é o clube mais novo da competição

Créditos: Facebook Espírito Santo

Fast Clube se classificou para a Copa Verde como campeão da Copa Amazona de 2015

Fast Clube se classificou para a Copa Verde como campeão da Copa Amazona de 2015

Créditos: Antônio Assis (FAF)

Depois de conquistar o Campeonato Brasiliense, Gama quer a Copa Verde

Depois de conquistar o Campeonato Brasiliense, Gama quer a Copa Verde

Créditos: Site Oficial do Gama

Genus faturou o primeiro título de expressão no Rondoniense de 2015

Genus faturou o primeiro título de expressão no Rondoniense de 2015

Créditos: Facebook Oficial do Genus-RO

Com 25 anos de história, Interporto vem crescendo nas últimas temporadas

Com 25 anos de história, Interporto vem crescendo nas últimas temporadas

Créditos: Site Oficial do Interporto

Luverdense chegou à semifinal da Copa Verde de 2015

Luverdense chegou à semifinal da Copa Verde de 2015

Créditos: Site Oficial do Luverdense

Nacional é o maior campeão estadual do Amazonas

Nacional é o maior campeão estadual do Amazonas

Créditos: Site Oficial do Nacional-AM

Campeão de Roraima, Náutico-RR vai estrear diante do Remo

Campeão de Roraima, Náutico-RR vai estrear diante do Remo

Créditos: Facebook Oficial do Náutico-RR

Torcida no Mangueirão é um dos trunfos do Paysandu

Torcida no Mangueirão é um dos trunfos do Paysandu

Créditos: Site Oficial do Paysandu

Remo ficou com o vice-campeonato no ano passado

Remo ficou com o vice-campeonato no ano passado

Créditos: Site Oficial do Remo

Rio Branco venceu mais da metade dos Campeonatos Acreanos. Agora, quer ganhar peso em torneios regionais

Rio Branco venceu mais da metade dos Campeonatos Acreanos. Agora, quer ganhar peso em torneios regionais

Créditos: Site Oficial do Rio Branco-AC

Atual bicampeão do Amapá, Santos-AP quer esquecer as eliminações na primeira fase nas outras duas edições da Copa Verde

Atual bicampeão do Amapá, Santos-AP quer esquecer as eliminações na primeira fase nas outras duas edições da Copa Verde

Créditos: Site Oficial do Santos-AP

O Vila Nova terá como destaque Wendell Lira, autor do gol mais bonito do mundo em 2015

O Vila Nova terá como destaque Wendell Lira, autor do gol mais bonito do mundo em 2015

Créditos: Facebook Oficial do Vila Nova-GO

Águia de Marabá-PA

Em sua estreia na Copa Verde, o Águia de Marabá vai enfrentar o Fast Clube-AM na fase preliminar da competição. O Azulão, fundado há 34 anos, tem como principais títulos uma Copa Ferreirinha (2000), uma Copa MaPaTo (2002), uma Taça Cidade de Belém (2008), uma Taça Estado do Pará (2010) e a Segunda Divisão do Campeonato Paraense de 2015.

Aparecidense-GO

A Aparecidense fará a sua estreia na Copa Verde em 2016 e vai enfrentar o Espírito Santo-ES na primeira fase do torneio. Atual vice-campeão do Campeonato Goiano, o clube, fundado em 1985, venceu a Segunda Divisão do Campeonato Goiano em 2010 e a Terceira em 2002.

Brasília-DF

Primeiro campeão da Copa Verde, o Brasília não foi tão bem no ano passado e acabou eliminado nas quartas de final pelo Luverdense. O objetivo em 2016 é mostrar que pode ser protagonista novamente. O Colorado, oito vezes campeão brasiliense, se classificou como vice-campeão do Distrito Federal de 2015 e vai disputar a fase preliminar contra o Vila Nova-GO. O clube foi fundado em 1975.

Comercial-MS

Tradicional clube do Mato Grosso do Sul, o Comercial estreia na Copa Verde em 2016 e vai enfrentar na primeira fase o atual campeão do torneio, que é o Cuiabá. Com 72 anos de história, o time possui nove títulos em seu Estado, tendo levantando o caneco em 2015.

Cuiabá-MT

Após ser eliminado nas quartas de final da edição de 2014 da Copa Verde, sendo derrotado pelo Brasília-DF, que acabaria como campeão naquele ano, o Cuiabá foi o grande vencedor em 2015 da competição. Na decisão, após perder a primeira partida para o Remo-PA por 4 a 1, conseguiu reverter o placar em casa, na Arena Pantanal, com uma incrível goleada por 5 a 1. Fundado em 2001, o clube conquistou também seis Campeonatos Mato-Grossenses.

Espírito Santo-ES

Fundado em 2006, o Espírito Santo é o clube mais novo a disputar a Copa Verde em 2016. Por ter sido campeão da Copa Espírito Santo de Futebol em 2015, o time da capital capixaba está na primeira fase da competição, onde enfrentará a Aparecidense-GO. A equipe, também em 2015, foi campeã da Série B do Campeonato Capixaba.

Fast Clube-AM

Em 2016 o Fast Clube dará seus primeiros passos na Copa Verde, mas não se pode dizer que o time é novato em torneios regionais. Em 1970, clube amazonense conquistou a Copa Norte, o título mais importante de sua história. No Amazonas, o Fast, fundado em 1930, é o quarto maior campeão, mas já não vence o Estadual desde 1971. Desde 2006, a equipe bateu na trave cinco vezes, sendo vice-campeão em 2006, 2007, 2008, 2010 e 2012. A estreia do Fast Clube será contra o Águia de Marabá-PA, pela fase preliminar.

Gama-DF

O Gama, fundado em 1975, vivia uma seca de títulos até o ano passado, quando faturou o Campeonato Brasiliense. A conquista deixou o maior campeão do Distrito Federal (11 taças) embalado para, na Copa Verde, voltar a levantar um troféu regional, como fez na Copa Centro-Oeste de 1981. O clube vai enfrentar o Interporto-TO na primeira fase.

Genus-RO

Com 34 anos de vida, o Genus faturou seu primeiro título de expressão no Campeonato Rondoniense do ano passado. O clube da cidade de Porto Velho vê a Copa Verde como uma oportunidade excelente para continuar escrevendo sua história de conquistas. Na primeira fase, o adversário do Genus será o Rio Branco-AC.

Interporto-TO

Com apenas 25 anos de história, o Interporto começou a se destacar nos últimos anos. Campeão da Copa Tocantins em 1998, o time faturou seu primeiro estadual em 1999, passou anos na fila e voltou a brilhar com o bicampeonato tocantinense em 2013 e 2014. Em 2015 foi vice-campeão estadual e ganhou o direito de participar da Copa Verde pela segunda vez. A primeira foi em 2014, quando acabou eliminado logo nas oitavas de final pelo Brasiliense-DF. O adversário na primeira fase da competição será o Gama-DF.

Luverdense-MT

No ano passado, o Luverdense chegou à semifinal da Copa Verde, perdendo para o Cuiabá-MT, que terminaria como campeão. Em 2016, o time de Lucas do Rio Verde espera ir mais longe, chegar à final e, quem sabe, levantar o caneco. Um clube novo no futebol brasileiro, fundado em 2004, o Luverdense possui dois Estaduais no currículo (2009 e 2012). Na primeira fase da Copa Verde de 2016, o adversário será Brasília-DF ou Vila Nova-GO.

Nacional-AM

Com pompa de maior campeão amazonense (43 vezes, além de ser o atual bicampeão), o Nacional, com 103 anos de história, tentará expandir seu domínio para a região. Nas duas outras edições da Copa Verde, o Nacional foi eliminado nas quartas de final. Em 2014 caiu para o Remo-PA e em 2015 para o Paysandu-PA. Na edição de 2016, o adversário na primeira fase será o Santos-AP.

Náutico-RR

O Náutico esteve presente na primeira edição da Copa Verde, em 2014, mas acabou eliminado na primeira fase pelo Paysandu-PA. O clube da cidade de Caracaraí, fundado em 1962, possui como principais títulos os Campeonatos Roraimenses de 1968, 2013 e 2015. Na primeira fase, o adversário do Náutico será o Remo-PA.

Paysandu-PA

Vice-campeão da Copa Verde em 2014 e terceiro colocado em 2015, o Paysandu quer recuperar o brilho que teve em competições fora de seu estado no início da década passada. Em 2001, ganhou a Série B do Brasileiro (também foi campeão em 1991) e, em 2002, faturou a Copa Norte e a Copa dos Campeões. O domínio no Pará ainda está nas mãos do Paysandu, maior campeão estadual, com 45 títulos. O Papão, fundado em 1914, enfrentará na primeira fase o Fast Clube-AM ou o Águia de Marabá-PA.

Remo-PA

Semifinalista da Copa Verde em 2014, o Remo deixou o título escapar na final contra o Cuiabá-MT em 2015. Após vencer no Mangueirão por 4 a 1 e encaminhar o troféu para o Belém, o Leão foi derrotado por 5 a 1 fora de casa, e viu o adversário ser campeão. Um dos times mais tradicionais do Brasil, o Clube do Remo, fundado em 1905, quer mais este título para a sua vasta galeria, que, entre muitos troféus, possui uma Série C (2005), um Norte-Nordeste (1971) e três Torneios do Norte (1968, 1969 e 1971), além de 44 Campeonatos Paraenses. O adversário da primeira fase será o Náutico-RR.

Rio Branco-AC

O Rio Branco-AC é o atual campeão acreano e tem amplo domínio em seu território: são 45 títulos estaduais em 87 edições, mais da metade. Agora, é hora de voltar a brilhar regionalmente, o que o time fez em 1997, quando venceu a Copa Norte. Essa será a segunda vez que a Copa Verde terá a participação do Rio Branco, eliminado nas oitavas de final no ano passado pelo Remo-PA. Em 2016, o adversário do Estrelão na primeira fase será o Genus-RO. O Rio Branco foi fundado em 1919.

Santos-AP

Presente nas duas primeiras edições da Copa Verde, o Santos foi eliminado na primeira fase de ambas, sendo superado por Princesa do Solimões-AM em 2014 e pelo Paysandu-PA em 2015. Agora em 2016, querendo ir mais longe, o time vai enfrentar na primeira fase da competição o Nacional-AM. Com 42 anos de histórias, o clube do Macapá conquistou o Campeonato Amapaense nos anos de 2000, 2013, 2014 e 2015.

Vila Nova-GO

Em 2015, o tradicionalíssimo time de Goiânia encerrou um período nebuloso de sua história e vem empolgado para 2016. Após 10 anos sem levantar uma taça, o Vila Nova foi campeão da Segunda Divisão do Campeonato Goiano e da Série C do Campeonato Brasileiro. A Copa Verde pode ser o próximo passo no processo de recuperação do Tigre, que foi fundado em 1943. Para buscar o título, o time conta com Wendell Lira, eleito pela FIFA o autor do gol mais bonito de 2015. O adversário do Vila Nova na fase preliminar será o Brasília, que foi campeão do torneio em 2014

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro