Rodriguinho lembra final de Paulistão para acreditar em virada na Copa do Nordeste

Rodriguinho lembra final de Paulistão para acreditar em virada na Copa do Nordeste

Capitão do Esquadrão reforçou capacidade do elenco do Tricolor para buscar uma virada na final da Lampions League.

Coletiva de imprensa da Final da Copa do Nordeste - Ceará x Bahia em Fortaleza Coletiva de imprensa da Final da Copa do Nordeste - Ceará x Bahia em Fortaleza
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Depois de perder por 1 a 0 em casa no jogo de ida, o Bahia precisa vencer o Ceará fora para conquistar o título da Copa do Nordeste. Esse cenário é bem familiar para Rodriguinho, que tem boas recordações de uma das finais mais especiais de sua carreira.

Em 2018, quando defendia o Corinthians, o meia passou por uma situação idêntica na decisão do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras. Após perder por 1 a 0, Rodriguinho ajudou o Timão a vencer pelo mesmo placar fora de casa e garantir o título nos pênaltis. Durante entrevista coletiva oficial da final da Copa do Nordeste, o capitão do Bahia usou essa decisão como exemplo para acreditar em uma virada do Tricolor.

"Já tive uma experiência parecida jogando pelo Corinthians, uma final de Paulista contra o Palmeiras. Foi o mesmo resultado, perdemos em casa por 1 a 0. Na final, na casa do adversário, fizemos um gol com dois minutos de jogo, levamos para os pênaltis e fomos campeões. É basicamente isso, fazer um gol que iguala a decisão e nos coloca de novo na partida", declarou.

A poucos metros da taça da Copa do Nordeste, Rodriguinho mostrou toda sua obsessão pela "Orelhuda". O meia disputou a final do torneio com o Bahia em 2020, mas acabou derrotado pelo mesmo Ceará, rival deste sábado. Agora, o capitão sonha com um final diferente e muito mais feliz.

"É uma coisa que a gente vem buscando, desde o ano passado, acabamos perdendo para o Ceará. Esse ano mais uma vez chegamos para mostrar todo o poder que o Bahia tem, de estar brigando sempre lá em cima. Como você falou, vendo de perto mais uma vez, o desejo de segurar e poder erguê-la continua o mesmo e grande, porque poder gravar o nome na história do clube é enorme para qualquer atleta", afirmou.

A finalíssima entre Bahia e Ceará está marcada para este sábado (8), na Arena Castelão. A bola rola às 16h, com transmissão da Fox Sport, SBT e Nordeste FC. Diante de um clássico interestadual como esse, Rodriguinho pregou muita atenção e precisão para o Esquadrão de Aço, que precisa reverter o placar na partida.

"Por conhecer tão bem o Ceará e a nossa equipe, a gente vai ter um jogo bem difícil, contra uma defesa muito bem postada, que toma poucos gols. E nosso segredo está aí, em aproveitar as oportunidades da melhor forma possível, sabendo que vai ser um jogo truncado, na primeira já tentar botar para dentro. E não errar lá atrás, para equilibrar o jogo da melhor forma possível", analisou.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil