Artilheiro da Copa do Brasil, Paolo Guerrero busca marca histórica para estrangeiros

Artilheiro da Copa do Brasil, Paolo Guerrero busca marca histórica para estrangeiros

Se marcar contra o Athletico-PR, atacante se tornará o primeiro estrangeiro a ser artilheiro isolado da Copa do Brasil

Paolo Guerrero em vitória do Internacional sobre o Cruzeiro na Copa do Brasil

Créditos: Ricardo Duarte/Internacional

O que o sérvio Dejan Petkovic e o paraguaio Lucas Barrios têm em comum? Os dois são os únicos artilheiros estrangeiros da história da Copa do Brasil. Este seleto grupo pode ganhar mais um integrante nesta quarta-feira: o peruano Paolo Guerrero, atacante do Internacional, que enfrenta o Athletico Paranaense na final da competição, no Beira Rio.

Em sua primeira temporada pelo Internacional, Guerrero já tem a chance de conquistar um título nacional, algo que ainda não conseguiu no futebol brasileiro. Ao todo, foram cinco gols marcados por ele nesta Copa do Brasil, que o colocam na artilharia ao lado de Luciano (Fluminense) e Pipico (Santa Cruz). Como os dois já estão eliminados, se for às redes nesta quarta, Paolo pode se isolar no topo da lista.

Em caso de gol diante do Athletico Paranaense, Guerrero conseguiria um feito inédito para estrangeiros na Copa do Brasil. Nunca um jogador nascido fora do Brasil foi artilheiro isolado da competição. Citados anteriormente no texto, Petkovic e Barrios tiveram que dividir a honraria com brasileiros.

Em 2017, Barrios estava no Grêmio e dividiu o primeiro lugar com Rafael Sóbis, do Cruzeiro, e Léo Gamalho, do Goiás. Com cinco gols marcados, o paraguaio já havia quebrado uma escrita e tanto. Antes dele, a Copa do Brasil só teve um artilheiro estrangeiro: o sérvio Petkovic, em 1999. Ainda no Vitória, Pet marcou oito vezes, o mesmo número de gols de Romário, pelo Flamengo, naquela edição. O Baixinho é, até hoje o maior artilheiro da história da Copa do Brasil, com 36 gols.

Mesmo que não vá às redes, Guerrero já deixará o campo como o artilheiro da Copa do Brasil. Resta saber se ele se junta a Barrios e Pet ou se isola de vez entre os estrangeiros, para a felicidade da torcida do Inter.

Os gols de Guerrero na Copa do Brasil


Oitavas-de-final

Internacional 3 x 1 Paysandu (2 gols)

Paysandu 0 x 1 Paysandu (1 gol)

Quartas-de-final

Palmeiras 1 x 0 Internacional (não marcou)

Internacional 1 x 0 Palmeiras (não marcou)

Semifinal

Cruzeiro 0 x 1 Internacional (não marcou)

Internacional 3 x 0 Cruzeiro (2 gols)

Final

Athletico-PR 1 x 0 Internacional (não marcou)

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro