Heróis do título da Copa do Brasil Sub-17, Caio e Petterson exaltam união do São Paulo

Heróis do título da Copa do Brasil Sub-17, Caio e Petterson exaltam união do São Paulo

Caio marcou o gol do empate no segundo tempo e Petterson ampliou nos acréscimos garantindo a vitória do Tricolor Paulista.

Final da Copa do Brasil Sub-17: Fluminense x São Paulo Final da Copa do Brasil Sub-17: Fluminense x São Paulo
Créditos: Gilvan de Souza/CBF

Em um duelo de grandes emoções, o São Paulo bateu o Fluminense por 2 a 1 de virada e sagrou-se campeão da Copa do Brasil Sub-17 2020. Os gols que garantiram o bicampeonato ao Tricolor Paulista foram marcados por jogadores que saíram do banco: Caio e Petterson. Emocionados, os atletas comentaram sobre a conquista fora de casa, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ).

Após o empate sem gols no jogo de ida, o São Paulo saiu perdendo com um gol de João Neto aos seis minutos de partida. Os visitantes não souberam administrar os acontecimentos da primeira etapa e foram para o intervalo em desvantagem. A mudança veio na alteração feita pelo técnico Menta que encaixou Caio na equipe, dando a oportunidade dele deixar tudo igual no marcador aos 21 minutos.

“Uma sensação incrível fazer o gol que empata o jogo em uma final. A gente queria chegar muito nessa final. O grupo inteiro unido e junto. Não fizemos um bom primeiro tempo, voltamos para o vestiário e o Menta falou para a gente não se omitir no jogo, estávamos um pouco escondidos, com medo de errar e voltamos ligados, conseguindo fazer os dois gols e sair daqui campeões”, comentou Caio.

O gol de empate do São Paulo marcado por Caio. O gol de empate do São Paulo marcado por Caio.
Créditos: Marcos de Paula/São Paulo FC

Quando tudo parecia se encaminhar para os pênaltis, Caio sofreu uma falta dentro da área e o juiz assinalou pênalti para o São Paulo. Petterson assumiu a responsabilidade na cobrança e balançou as redes nos acréscimos da partida. No momento da cobrança, o jogador viu um filme passar em sua cabeça depois da temporada marcada por lesão e finalizou dando o título para sua equipe.

“A emoção é muito grande porque nas oitavas da Copa do Brasil eu tive uma lesão no ombro e eu já tinha operado. Cheguei no médico e ele me deu duas opções: continuar na luta com dor, jogando e treinando com dor ou eu operar de novo. Eu optei por treinar e estar aqui vivendo esse momento. Eu sabia que meu time ia chegar na final e sabia que a gente seria campeão. Eu vim trabalhando para isso e eu sabia que estávamos preparados. O São Paulo sempre sai da Cotia para vencer”, finalizou Petterson.

Final da Copa do Brasil Sub-17: Fluminense x São Paulo Petterson, autor do gol do título do São Paulo na Copa do Brasil Sub-17
Créditos: Gilvan de Souza/CBF

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS