Após empate, Noga pede Flamengo mais atento aos contra-ataques

Após empate, Noga pede Flamengo mais atento aos contra-ataques

Zagueiro enalteceu partida realizada pelas duas equipes e destacou ponto crucial para o jogo de volta da final da Copa do Brasil Sub-17

Fluminense x Flamengo - primeiro jogo da final da Copa do Brasil Sub-17 2018

Créditos: Flamengo/Staff

Um dos pilares da defesa do Flamengo, o zagueiro Gabriel Noga teve bastante trabalho nesta sexta-feira. No empate por 1 a 1 com o Fluminense, válido pela ida da final da Copa do Brasil Sub-17, a retaguarda rubro-negra foi bastante testada pelo ataque do Flu.

Apesar do bom desempenho, o zagueiro enxergou pontos a serem consertados no jogo de volta, nesta terça-feira, também no Maracanã. Em especial, o contra-ataque.

- Foi um jogo muito difícil, entre duas equipes de altíssimo nível, muito equilibrado. No próximo jogo, a gente deve matar as jogadas para não dar chance de contra-ataques para eles- pontuou.

Assim como a maioria dos jogadores em campo, Noga fez sua primeira partida no gramado do Maracanã. O nervosismo existiu, é claro, mas não durou muito para o zagueiro do Fla.

- Deu um frio na barriga, porque o Maracanã é um dos maiores estádios do mundo. Mas depois de dois toques na bola deu para jogar tranquilo - admitiu.

Flamengo e Fluminense voltam a se enfrentar pela final da Copa do Brasil Sub-17 nesta terça-feira, 21h30, no Maracanã. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações