Títulos e participações: a história do Cruzeiro na Copa do Brasil

Títulos e participações: a história do Cruzeiro na Copa do Brasil

Conheça um pouco mais sobre a trajetória do Cruzeiro na Copa do Brasil

Final da Copa do Brasil 2017 Flamengo x Cruzeiro

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Donos da taça do ano passado, os cruzeirenses podem conquistar feito inédito se eliminarem o Palmeiras nas semifinais este ano. Isso, porque durante os 28 anos da competição nenhum campeão chegou à final no ano seguinte da taça. O Cruzeiro comanda a lista de clubes que mais venceram o torneio ao lado do Grêmio e nesta reta final, o mineiro busca além do título seguido, a posição de único Hexacampeão da Copa do Brasil.

O primeiro título do Cruzeiro foi em 1993, e o embate da final foi contra o Grêmio, em duas partidas. O primeiro jogo foi no Olímpico Monumental, em Porto Alegre (RS) e terminou empatado em 0 a 0. Já na segunda partida, no Mineirão, a Raposa venceu por 2 a 1, levando a taça naquele ano.

Na oitava edição da Copa do Brasil, no ano de 1996, os semifinalistas de 2018, Cruzeiro e Palmeiras se enfrentaram em duas partidas. O primeiro jogo, realizado no Mineirão, terminou empatado em 1 a 1. E no segundo confronto, no antigo Palestra Itália, atual Allianz Parque, que será palco do confronto de ida deste ano, o clube mineiro venceu por 2 a 1 e faturou o título pela segunda vez. No ano passado, Cruzeiro e Palmeiras também duelaram uma semifinal e os dois jogos terminaram em empate.

Em 2000, o Cruzeiro impressionou com a conquista da taça com uma trajetória invicta. O primeiro confronto da final foi no Morumbi, contra o São Paulo, que terminou em um empate, onde nenhum dos finalistas balançou às redes. Em casa, no confronto de volta, os mineiros venceram por 2 a 1 em um jogo emocionante. O empate da partida dava ao tricolor paulista o título da Copa do Brasil, mas o gol de falta de Geovanni, camisa 11 do Cruzeiro, acertou o fundo da rede do consagrado Rogério Ceni, e deu aos mineiros a taça de virada, pela terceira vez.

Mais uma vez sem sofrer derrotas na competição, a Raposa leva a melhor contra o Rubro-Negro no Mineirão, em 2003. Cruzeiro e Flamengo entraram em campo no Maracanã, no Rio de Janeiro, e o primeiro jogo terminou com empate em 1 a 1. No segundo duelo em Belo Horizonte, o dono da casa ganhou por 3 a 1, placar que deu ao Cruzeiro o título pela quarta vez em sua história na competição.

No ano passado, em mais um encontro entre semifinalistas da temporada de 2018, o Cruzeiro pintou a taça de azul e branco mais uma vez no Mineirão e conquistou o pentacampeonato. Flamengo e Cruzeiro se enfrentaram pela segunda vez em uma final da Copa do Brasil e, assim como em 2003, foram os mineiros que levaram o título. Em 2017, foi a sétima vez que tanto o Flamengo quanto o Cruzeiro, disputaram uma final da Copa do Brasil. Os dois jogos terminaram em empate, o primeiro em 1 a 1 e o segundo em 0 a 0. Como a regra do número de gols marcados fora de casa não valia para a fase final, o jogo foi para os pênaltis. E na disputa decisiva, o Cruzeiro saiu vencedor por 5 a 3.

O Cruzeiro foi o primeiro semifinalista da Copa do Brasil 2018. No jogo de ida, venceu o Santos por 1 a 0 com gol do Thiago Neves, no Estádio Urbano Caldeira e na volta, perdeu por 2 a 1 para o peixe, no Mineirão, com decisão nos pênaltis. Na disputa, o goleiro Fábio foi destaque, agarrou as três primeiras cobranças santistas e garantiu a vitória do time mineiro por 3 a 0. O Cruzeiro enfrenta o Palmeiras às 21h45, no Allianz Parque pelas semifinais da competição, que começam nesta quarta-feira (12).

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro