Antes da final da Copa do Brasil, Pedro Henrique pede Athletico ligado e diz: 'Nada é impossível'

Antes da final da Copa do Brasil, Pedro Henrique pede Athletico ligado e diz: 'Nada é impossível'

Após perder por 4 a 0 na partida de ida, Athletico Paranaense tem missão complicada diante do Atlético-MG nesta quarta-feira

Coletiva de imprensa - Final da Copa do Brasil 2021 Coletiva de imprensa - Final da Copa do Brasil 2021
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

No futebol, não há muito espaço para a palavra "impossível". E é nisso que confia o zagueiro Pedro Henrique, do Athletico Paranaense. Na véspera da Final da Copa Intelbras do Brasil, o defensor mostrou confiança nas chances do Furacão em reverter a derrota sofrida por 4 a 0 para o Atlético-MG no jogo de ida.

Para ele, a receita é conhecida e já foi até mesmo usada pelo clube nesta competição: entrar ligado, chegar firme e acreditar, sempre. É isso que pode fazer o time deixar a Arena da Baixada com o título nesta quarta-feira (15).

"A gente tem que fazer o que a gente fez contra o Flamengo. Temos que entrar com a mesma mentalidade, força mental, não perder a cabeça. É um resultado elástico, mas nada é impossível. Mentalmente temos que estar fortes, não deixar o Atlético jogar, e ter muita raça, muita dedicação. Porque é o que esse jogo pede", afirmou o zagueiro.

Além do placar adverso no primeiro jogo, o Athletico terá de superar também a ausência de pelo menos um jogador muito importante. O capitão Thiago Heleno está suspenso e não poderá entrar em campo na partida de volta. Quem também é dúvida é o atacante Nikão, que sofreu lesão no tornozelo e ainda não foi confirmado no time titular.

Ciente da importância dos dois para a equipe, Pedro Henrique valorizou a qualidade do elenco e ressaltou que, não importa quem os substitua, o Athletico estará bem servido.

"A gente sabe que tem grandes jogadores para entrar no lugar dele (Thiago Heleno), temos que dar moral para os que vão entrar. Se o Nikão não jogar, também", afirmou, antes de destacar qual é a mentalidade para o jogo de volta da final:

"Temos que terminar com dignidade, ser um time de guerreiro, dar o nosso melhor dentro de campo. E ter a força física que tínhamos nos jogos, chegando firme. Isso que vamos fazer amanhã".

A bola rola na Arena da Baixada às 21h30 desta quarta-feira (15), pelo jogo de volta da final da Copa Intelbras do Brasil. A partida terá transmissão ao vivo da Rede Globo e do Sportv.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro