Criciúma, o campeão da Copa do Brasil de 1991

Criciúma, o campeão da Copa do Brasil de 1991

Nas finais da terceira edição, Tigre arranca dois empates, fica com o título graças ao gol qualificado fora de casa e impede bicampeonato do Grêmio

Criciúma campeão da Copa do Brasil 1991

Créditos: site oficial do Criciúma

O Criciúma fez história em 1991 e entrou para o hall dos campeões da Copa do Brasil. Após bater na trave e ser eliminado nos pênaltis na semifinal do ano anterior, o Tigre repetiu o bom rendimento, alcançou a final e, diante do Grêmio, conquistou o título inédito. Assim como os dois primeiros vencedores do torneio, a equipe catarinense se sagrou campeã de forma invicta.

Com a base mantida, o Criciúma desbancou times favoritos como Atlético/MG, Goiás e Grêmio durante a trajetória vitoriosa, que começou diante do Ubiratan/MS. Praticamente imbatível no Heriberto Hulse, o Tigre venceu todos os jogos dentro de casa até chegar à grande decisão, quando segurou o empate sem gols, ficou com o troféu graças ao gol qualificado marcado no Olímpico e impediu o bicampeonato do Tricolor gaúcho.

Relembre a trajetória do campeão:

PRIMEIRA FASE

21 de fevereiro - Ubiratan/MS 1 x 1 Criciúma - Douradão
28 de fevereiro - Criciúma 4 x 1 Ubiratan - Heriberto Hulse

OITAVAS DE FINAL

10 de março - Criciúma 1 x 0 Atlético-MG - Heriberto Hulse
20 de março - Atlético-MG 0 x 1 Criciúma - Independência

QUARTAS DE FINAL

18 de abril - Goiás 0 x 0 Criciúma - Serra Dourada
25 de abril - Criciúma 3 x 0 Goiás - Heriberto Hulse

SEMIFINAL
12 de maio - Remo 0 x 1 Criciúma - Evandro Almeida
19 de maio - Criciúma 2 x 0 Remo - Heriberto Hulse

FINAL

30 de maio - Grêmio 1 x 1 Criciúma - Olímpico
2 de junho - Criciúma 0 x 0 Grêmio - Heriberto Hulse

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro