Cebola, fantasma, ema... os mascotes mais divertidos da Copa do Brasil

Cebola, fantasma, ema... os mascotes mais divertidos da Copa do Brasil

Figuras-símbolos fazem a alegria dos torcedores nas arquibancadas. Veja alguns dos mascotes da Copa do Brasil 2019, que começa nesta terça-feira (5)

Mascotes da Copa do Brasil 2019

Créditos: Divulgação/Pedro Chaves

Quando a bola rolar na Copa do Brasil a partir desta terça-feira (5), lá estarão eles, do lado de fora dos gramados: os mascotes. As figuras-símbolos podem remeter à origem dos clubes, provocações antigas de rivais... Os motivos para a escolha são distintos, mas todos os personagens fazem sucesso com as torcidas nas arquibancadas, ajudando a construir a festa nos estádios de norte a sul do país. 

Para entrar no clima de uma das principais competições do nosso futebol, a CBF separou alguns dos mascotes mais divertidos das equipes que disputarão a Copa do Brasil em 2019. A lista é diversa, contando com super-heróis e até mesmo uma cebola! Confira abaixo:

- Bahia-BA: Super-Homem e Mulher-Maravilha

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Super-Homem e Mulher-Maravilha são a dupla de mascotes do Bahia-BA
Créditos: Divulgação/Twitter/@ECBahia

Se o Bahia é conhecido como "Esquadrão de Aço", nada mais justo do que seu mascote ser o Homem de Aço, certo? Este nome é o apelido do Super-Homem, herói adotado pelo clube tricolor como um de seus símbolos. O desenho atual foi feito pelo cartunista Ziraldo em 1979. Há cinco anos, em 2014, o Bahia ganhou uma mascote feminina em meio a um período de luta contra o racismo. A Lindona da Bahêa, como é conhecida a Mulher-Maravilha tricolor, ganhou vida nos traços do artista Nei Costa.

- Coritiba-PR: Vovô Coxa

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Vovô Coxa é inspirado em antigo torcedor-símbolo do Coritiba no século XX
Créditos: Divulgação/Coritiba

O Vovô Coxa, mascote oficial do Coritiba, remete à família fundadora da equipe alviverde. Criado em 1909, o clube é o mais antigo do Paraná. Seu mascote, que apresenta traços germânicos, representa um personagem real: Max Kopf, torcedor-símbolo do Coxa na primeira metade de sua história. Kopf (cabeça, em alemão) era fotógrafo profissional e nunca fez parte da diretoria do clube, mas acompanhava o Coritiba em todos os jogos.

- ASA de Arapiraca-AL: Fantasma das Alagoas

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Fantasma das Alagoas foi inspirado em excursão do ASA de Arapiraca
Créditos: Divulgação/Facebook/ASA de Arapiraca

A origem do Fantasma é ligada diretamente à história do ASA. Após dois vice-campeonatos do Alagoano (1967 e 1970), o clube embarcou em uma excursão pelo Nordeste. Ainda desconhecida na região, a equipe surpreendeu e triunfou sobre seus adversários por onde passava. Dessas vitórias surgiu a alcunha de “Fantasma das Alagoas”, termo adotado pela torcida e posteriormente transformado no mascote oficial do clube.

- Cuiabá-MT: Dourado

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Peixe comum no Pantanal, Dourado é o mascote do Cuiabá-MT
Créditos: Divulgação/Cuiabá EC

O peixe-dourado é comumente encontrado nas águas da bacia do Rio da Prata, que passa pelo Pantanal e desce até a Argentina. A escolha pelo Dourado como mascote do Cuiabá se deu justamente pela fama do peixe, que é tido como um animal “brigador” e difícil de ser capturado.

- ABC-RN: Fantão e Fantinho

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Fantão e Fantinho, mascotes do ABC-RN, remetem ao formato do Rio Grande do Norte
Créditos: Comunicação/ABC-RN

O ABC-RN tem não só um mascote, mas uma dupla: os elefantes Fantão e Fantinho são os símbolos do clube alvinegro. A escolha pelo animal remete ao estado do Rio Grande do Norte, cujo formato se assemelha a um elefante.

- Luverdense-MT: Ema

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Luverdense é da cidade de Lucas do Rio Verde (MT), cidade com grande número de emas
Créditos: Leo Laswich/Luverdense

É comum ver aves como mascotes de clubes pelo país, mas quantas vezes você já viu uma ema como símbolo? Pois é este o caso do Luverdense-MT, com sede no município de Lucas do Rio Verde (MT). Além de ser repleta de plantações de soja e milho, é comum ver emas pela cidade - fato que inspirou a escolha do mascote. A presença da ave na região é tão grande que inclusive influenciou no nome do Passo das Emas, estádio em que o Luverdense manda seus jogos.

- Náutico-PE: Timbu

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Timbu, mascote do Náutico, é marsupial famoso por gostar de bebidas alcoólicas
Créditos: Leo Lemos/Náutico

O mascote alvirrubro é um dos personagens-símbolo do futebol brasileiro a possuir origem indefinida. Todavia, a história mais famosa por trás do Timbu remete a um "incentivo" de um dirigente à equipe do Náutico durante uma partida de 1934: uma garrafa de conhaque. Os torcedores rivais teriam visto a cena e provocado os jogadores gritando o nome do marsupial, que é famoso por gostar de bebidas alcoólicas. Mas dentro de campo, quem levou a melhor foi o Náutico. Após bater o América-PE por 3 a 1, a equipe alvirrubra teria respondido com gritos de "Timbu 3 x 1!". A alcunha caiu no gosto da torcida e foi eternizada como mascote do Náutico logo depois.

- Tombense-MG: Gavião Carcará

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Mascote do Tombense é o Gavião Carcará e tem origem curiosa
Créditos: Divulgação/Tombense

Antes do aniversário de 50 anos do Tombense (1964), o campo da equipe alvirrubra tinha um grande desnível: de um gol para o outro, a diferença era de aproximadamente quatro metros. Por isso, o clube alvirrubro buscava atacar "para cima" na primeira etapa, para se valer da vantagem do desnível nos 45 minutos finais. As jogadas de cima para baixo inspiraram um torcedor a dizer que o Tombense atacava como o gavião Carcará, que descia dos céus para buscar suas presas próximas ao solo.

- Itabaiana-SE: Tremendão (cebola)

Mascotes da Copa do Brasil 2019 O homem-cebola Tremendão é o mascote do Itabaiana-SE
Créditos: Divulgação/Itabaiana

A história do Tremendão é mais um dos exemplos em que os clubes se aproveitam da rivalidade no futebol. Como a cidade sergipana tinha costume de ser uma forte exportadora de cebolas, os adversários do Itabaiana passaram a denominar os torcedores de “ceboleiros” de maneira pejorativa. A alcunha fez sucesso e a torcida assumiu o nome para si - e daí surgiu o mascote. Além disso, o Itabaiana passou a adotar um outro mascote de campo há cerca de três anos: o Homem Aranha.

- Ferroviário-CE: Tutuba

Mascotes da Copa do Brasil 2019 Mascote Tutuba, do Ferroviário, faz sucesso com a torcida tricolor
Créditos: Divulgação/Pedro Chaves

O Tutuba é um dos mascotes mais conhecidos do Ferroviário, mas o clube já teve outros dois símbolos “não-oficiais”: o trem e a cobra-coral. Todavia, desde a compra do terreno e a construção do campo na Barra do Rio Ceará, em Fortaleza, o clube oficializou o Tubarão como seu mascote. Nos jogos da equipe tricolor, o mascote é representado pelo carismático “Tutuba”.

*Este post é em memória de Ronierbson Gomes e Silva, que interpretava o mascote Tutuba, do Ferroviário-CE. Famoso pela irreverência enquanto interpretava o personagem do clube tricolor, Ronierbson nos deixou em meados de dezembro de 2018.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações