Capitão Henrique e o Cruzeiro na Copa do Brasil

Em entrevista à CBFTV, o volante celeste Henrique fala sobre a braçadeira de capitão e a honra de levantar a Copa do Brasil pelo Cruzeiro

Final da Copa do Brasil 2017 Flamengo x Cruzeiro

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Capitão e campeão da Copa do Brasil de 2017 pelo Cruzeiro na última quarta-feira (27), o volante Henrique se tornou um dos símbolos da conquista da Raposa. Pilar de segurança e consistência dentro do campo, o camisa 8 da equipe celeste se tornou um líder técnico e voz constante dentro do vestiário.

– O capitão tem que ser um cara justo, saber lidar com todo tipo de pessoas porque cada um tem um temperamento diferente. Ser líder não é uma coisa forçada, é algo natural. Creio também que os jogadores ajudam muito para um capitão se tornar líder. O grupo todo ajuda e a gente segue o embalo e dá tudo certo ­– revelou o capitão da Raposa.

Em entrevista à CBFTV, ainda no gramado, após levantar o Pentacampeonato do Cruzeiro, Henrique contou os segredos de sua liderança vestindo a camisa do campeão celeste.

– É prazeroso ser capitão. Ser um dos líderes dessa equipe de tantos jogadores que se dedicam, se esforçam para conquistas como foi a Copa do Brasil. Sou um cara honrado, grato por eles, porque são jogadores unidos e fortes para buscar as vitórias. Sou grato e feliz por fazer parte dessa equipe.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro