São José: experiência em finais nacionais

São José: experiência em finais nacionais

O São José está costumado a chegar às finais das competições nacionais e tem no elenco jogadoras que participaram da maioria destes jogos decisivos

Gislaine, São José

Créditos: Tião Martins / PMSJC

O São José está em mais uma final de Copa do Brasil Feminina. Desde 2007, quando a competição começou a ser organizada, esta é a quarta vez que a equipe Joseense chega na última fase, tendo sido campeã nas edições de 2012 e 2013. No Campeonato Brasileiro esteve em duas decisões: 2013 e 2015, mas ainda não conquistou o título. Somando as duas competições nacionais, o São José está na quinta final consecutiva.

Uma das jogadoras mais antigas do clube de São José dos Campos, Gislaine esteve em campo nas três decisões: 2012, 2013 e 2014. Na final do Brasileiro de 2013 também entrou em campo, mas em 2015 deixou o time nas quartas de final por causa de uma lesão no joelho. Com tantas finais no currículo, a atleta acredita que o São José não tenha vantagem real, mas que a experiência pode ajudar nos momentos cruciais do jogo.

– Não acredito que nos dê a vantagem, mas acredito que nos ajuda em certos momentos a manter a calma e usar a experiência ao nosso favor, em tomar certas atitudes na partida – afirmou Gislaine, com exclusividade ao site da CBF.

Chegar à final de um campeonato nacional não é tarefa fácil. As competições são disputadas e os concorrentes fortes. Gislaine aponta o trabalho firme no futebol feminino como o segredo de chegar em tantas decisões.

– São José dos Campos acredita no trabalho que é feito no futebol feminino e isso tem feito a diferença. Tudo é consequência de muito trabalho. Nosso objetivo é sempre chegar às finais e lutar pelo titulo – explicou a jogadora que defende o São José desde 2004.

Do outro lado da final está o Audax/Corinthians, equipe também de São Paulo. Além do clássico regional desta edição da Copa do Brasil, o Santos também já foi campeão duas vezes. O sucesso para que o futebol paulista tenha destaque no cenário nacional, para Gislaine deve-se por um fator.

– Acredito que o investimento nos clubes do estado de São Paulo seja maior e por isso a esta obtenção de resultados – finalizou a jogadora.

Enquanto o São José é um clube acostumado com decisões, do outro lado está o estreante Audax/Corinthians. Esta é a primeira vez que a equipe de Osasco decide um título nacional. Os jogos acontecem nesta quarta-feira (19) e na próxima quinta-feira (27).

Confira a tabela detalhada da Copa do Brasil Feminina

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Mastercard GOL CIMED SEM TCL FIAT English Live Ultrafarma Technogym Statsports