Técnicos analisam resultado de Fla 1 x 1 Audax

Técnicos analisam resultado de Fla 1 x 1 Audax

Confronto decisivo será na próxima quarta (28) às 18h em Osasco (SP)

A decisão da vaga para a semifinal da Copa do Brasil de Futebol Feminino entre Flamengo-Marinha e Audax-Corinthians ficou para a próxima quarta-feira (28) em Osasco (SP). No jogo de ida, no Cefan, no Rio de Janeiro, o empate em 1 a 1 prevaleceu. Larissa abriu o placar para as donas da casa logo no início da partida, e Chu, a artilheira da competição com 10 gols, deixou tudo igual no placar no fim do confronto.

O objetivo da equipe carioca, obviamente, era garantir uma vitória em casa para chegar a São Paulo com mais tranquilidade. Apesar do empate, o técnico Ricardo Abrantes avaliou como positivo o desempenho do Flamengo.

- A gente dominou o jogo. No momento em que nós erramos a marcação foi a hora que elas ficaram 15, 20 minutos tomando conta no segundo tempo. A gente estava com a bola no ataque, houve um erro e ouxaram o contra-ataque em velocidade e conseguiram o empatar o jogo.

Para a decisão, em Osasco (SP), Abrantes relembra a final do Campeonato Brasileiro deste ano, em que sua equipe perdeu em casa por 1 a 0 para o Rio Preto, que era o campeão de 2015. Entretanto, em São José do Rio Preto, as cariocas conseguiram a virada, venceram por 2 a 1 e conquistaram o primeiro título nacional do Flamengo.

- Não tem nada perdido, nós vamos para cima lá. 1 a 1 é pênalti e vamos partir para cima. A gente já venceu fora uma vez, e vamos vencer de novo - lembrou o técnico Ricardo Abrantes.

Para o treinador do Audax, Arthur Elias, o resultado foi justo, já que os dois times tiveram oportunidades de marcar. O Flamengo dominou o primeiro tempo, mas a equipe paulista teve o controle da segunda etapa, exatamente quando saiu o gol do empate.

- Sabíamos da dificuldade. O fato de ter feito um gol fora de casa ajuda pelo regulamento da competição. Então acho que o resultado foi bom, justo. O Flamengo se portou bem em alguns momentos da partida também. Mas lá é um outro jogo, em que uma equipe será eliminada, então precisamos trabalhar bastante o aspecto emocional, mental, e continuar evoluindo dentro do nosso sistema de jogo, dos conceitos que a gente tem aplicado com essa equipe que tem se empenhado e tem conseguido realizar cada vez melhor aquilo que a gente tem treinado - finalizou.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro